[Resenha] Nunca Olhe Para Dentro


Livro: Nunca Olhe Para Dentro
Autora: Amanda Ághata Costa
Ano: 2017
Comprar: E-book


Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora, longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.

Betina ama as cores, como ela diz no livro respira as cores. Tudo para ela é uma cor e por conta desse seu amor pelas cores ela quando criança teve seu marco numa exposição onde dois de seus quadros a tornaram a menina prodígio de Ostala.

"...Se achar que o sabor de calabresa com morango e peixe com chocolate tem sentido, ninguém tem o direito de dizer que não é certo. O que faz sentido para você é a única coisa que importa."

Mas de volta pra casa o carro em que ela está com seus pais cai no lago e ela acaba ficando só, tendo que ir morar com Cecília, irmã de sua mãe e sua única família.
Cecília destrói todos os materiais de arte, cria regras e a trata mal, com agressões físicas e psicológicas, e por medo Betina acaba cedendo as situações que sua tia a impõe.

"A vida ensina da pior maneira que as teorias nem sempre funcionam na prática."

Betina cresce, começa a fazer o curso de psicologia, sua maior vontade é descobrir quem causou a morte de seus pais e seu sonho de pintora que foi por água abaixo desde o acidente.
Ela segue com sua investigação e só pretende descansar quando achar o culpado, se é que ela irá descobrir...
Apesar da insistência de sua tia de afastas as pessoas que se aproximam dela, Betina tem dois amigos, Paola, sua amiga desde a infância e Caio, que faz curso com elas.
No primeiro dia de estágio eles serão apresentados ao doutor Nicolas e Betina é bem grosseira com ele, mas ele gostou do jeito dela e tentará uma aproximação.

"Ninguém deveria chegar no fim da vida, e em vez de encontrar um ponto final, ver uma quantidade interminável de reticências."

O livro não é apenas um romance, é uma reflexão sobre temas com preconceitos, a importância de se fazer uma denuncia frente as agressões e o verdadeiro significado da amizade.
Você irá rir, chorar e ter raiva junto com os personagens, diversas vezes quis entrar no livro e da umas lições. 
A diagramação está linda e continuo afirmando que é o típico e-book que eu gostaria que fosse físico.

[Lançamento] A Cor das Almas


A COR DAS ALMAS
De Neide Barth Rosenscheg
Editora Autografia
Romance
ISBN 978-85-518-0331-8
338 páginas
Contato:
Luiza Miceli - luiza@autografia.com.br
Editora Autografia – (21) 3556-8883


Uma história de amor sem preconceitos

A região norte de Santa Catarina é o cenário do romance A Cor das Almas, que conta a história de um amor proibido, nos tempos em que o preconceito racial era forte e motivo de desavenças. A autora Neide Barth Rosenscheng faz um passeio pela história, com o intuito de levar o leitor para o seu íntimo, fazendo-o revelar o próprio sentimento por intermédio dos personagens do livro.
Independente da raça ou cor da pele, todos trazem cores dentro de si. Foi o que a autora quis dizer ao dar o título à obra. Para ela, o racismo diz respeito apenas à cor da pele, ao exterior, e a cor verdadeira está no interior da alma. Embarque nesta história e se depare com uma bela narrativa.



Sobre a autora:

Filha de lavradores rurais, natural de Porto União, em Santa Catarina, Neide Barth Rosenscheg sempre gostou de escrever. Graduada em Letras Português/Inglês, fez especialização em Literatura brasileira e escreve desde criança, quando se interessou em fazer livros infantis. Já na juventude, escreveu romances manuscritos. Também é autora do livro "Vidas de Vidro".

[Resenha] Carbono Alterado


Livro: Carbono Alterado
Autor: Richard Morgan
Páginas: 489
Ano: 2017
Comprar: Físico

Sinopse: Um eletrizante thriller noir de ficção científica em adaptação para série do Netflix No século XXV, a consciência de uma pessoa pode ser armazenada em um cartucho na base do cérebro e baixada para um novo corpo quando o atual para de funcionar. A morte, agora, nada mais é que um contratempo inconveniente, uma falha no programa. Takeshi Kovacs, um ex-militar de elite, após sua última morte, tem sua consciência transportada a Bay City, a antiga São Francisco, e é trazido de volta à vida para solucionar o assassinato de um magnata. Isso só para descobrir que seu contratante é a própria vítima, que voltou à vida em um novo corpo, mas sem as memórias do crime. Mal sabe Kovacs, porém, que essa investigação irá lançá-lo no centro de uma conspiração perversa até para os padrões de uma sociedade que trata a existência humana como um produto a ser comercializado.

O livro é uma maravilhoso de se ler, nossa fiquei tão inserida na história que foi difícil assimilar que acabou. Esse livro irá se tornar uma série na Netflix e está disponível em fevereiro de 2018. O livro é dividido em cinco partes: Chegada (Transferência de transmissão em feixe), Reação (Conflito de intrusão), Aliança (upgrade de aplicativo), Persuasão (Corrupto Viral) e Nêmesis (Sistemas em Pane).

"A infantilidade é um pecado muito comum dentre os humanos. Talvez não devêssemos julgar tão rápido."

A história se passará num futuro onde os seres humanos poderão transferir suas mentes para outros corpos e a morte será improvável. E é com esse plano de fundo que iremos conhecer Kovacs ele foi encapado para um corpo na Terra onde será investigador para Brancoft que deseja descobrir quem tentou matá-lo, pois ele acredita ter sido vitima de assassinato quando tudo indica ser suicídio. Kovacs irá em busca de resposta num mundo que ele desconhece. 

"- "O olho humano é um dispositivo maravilhoso" - citei distraidamente de Poemas e outras prevaricações. - "Com um pouco de esforço, ele pode deixar de ver mesmo as injustiças mais gritantes."

Nas suas tentativas de descobrir algo sobre o possível assassinato acaba se metendo numa enrascada e é pego por um grupo que até então ele desconhecia. Mas acaba se livrando e dando continuidade à sua busca. Sendo surpreendido em meio as suas buscas, muitas questões surgem e nenhuma respostas. Por que essa capa? Porque estão atrás dele? 

"Você vive de manipulação. Todos nós vivemos. Todos vivemos na grande matriz de manipulação, e é tudo apenas uma grande luta para ficar no topo."

Até que uma pessoa do seu passado surge, e ele começa a entender algumas ligações, proposta para que ele encerre o caso de Brancoft irão surgi, mas com quem ele fará uma aliança? Ao ser forçado a se unir a uma inimiga antiga ele contará com a ajuda da policial Ortega. Mas será que ele irá cumprir os acordos? Kovacs irá surpreender a todos no final.

[Parceira] Autora Luísa Aranha

Mais uma parceria fechada! E dessa vez é com a autora Luísa Aranha ela tem cada texto lindo no blog Causos & Prosas.


Sobre a autora:

Luísa Aranha é jornalista, blogueira e escritora. Vive mudando constantemente de cidade. Natural de Porto Alegre/RS, tem o chimarrão como seu companheiro inseparável nas horas de trabalho. Atualmente reside em Manaus/AM.Escrever para ela é tão natural quanto respirar. Faz parte de sua vida desde que foi alfabetizada. Antes disso, já era uma contadora de histórias, inventando brincadeiras, teatros e diálogos com suas bonecas. Seu autor preferido é Gabriel Garcia Marquez e o livro que lhe inspira a contar histórias do cotidiano é Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva.O blog Causos & Prosas, que teve sua primeira postagem em 2009, foi uma forma, inicialmente, de expressar seus sentimentos e se manter próxima dos amigos distantes. Ele tem um pouco de tudo: contos, crônicas, poesia, desabafos, cartas, opiniões e assuntos do cotidiano. A escrita de Luísa fala de sentimentos, realidades e, em sua maioria, serve para que o leitor reflita e se sinta tocado de alguma forma pelas palavras. Transformando sentimentos em palavras, com ironia e bom humor, para conversar com o leitor.Em 2017 foi finalista do Prêmio Sesc de Literatura, com o chiklit ainda inédito, Todas as bocas que beijei (ou sonhei). Todos os livros estão disponíveis em www.causoseprosas.com.br.

Suas Obras:



Sinopse:
Amar só se ama uma vez... Era assim que Laura, melhor amiga de Suzana via o amor. Para Suzana isso não fazia o menor sentido até Gabriel entrar em sua vida.
Amigas inseparáveis e uma frase profética. Suzana se faz forte diante de situações difíceis. Ao seu lado Fabrício, em seu coração Gabriel e na cabeça o desejo de ser feliz que transborda de seu olhar.
A previsão feita por uma cigana demorou, mas Suzana teve aprova que era verdade. Demore o tempo que for preciso, uma história de amor sempre terá um final feliz.
Destino! Se você acredita nele não desperdice sua chance pois Amar só se ama uma vez...


Sinopse:
Uma mulher que só pensa em casar, uma pessoa que se sente marciana, encontros, desencontros e reencontros de amor, um homem que se sente atraído por uma mulher, uma mulher que se apaixona novamente pelo colega de escola, alguém que é traído, alguém que está apaixonado e alguém que sente uma saudade infinita. Sentimentos, palavras, alucinações , sonhos e vontades. Medos, loucuras, desejos, poesia, prosa, causos, lágrimas e amor. Misturou todos os ingredientes? Então agora abra o livro e saboreie.


Sinopse:
Quando Marina entrou numa sala de bate papo qualquer naquela noite ela só queria dar o troco no namorado. O que ela não esperava era que quem teclava do outro lado fosse Leonardo e que todo o seu passado viria como um caminhão desgovernado, mais uma vez, atropelando sua vida e abrindo de novo as feridas que ela achava que estavam cicatrizadas.
Aquela conversa a fez acordar de um coma que ela mesma induzia para não sentir toda a dor que trazia consigo. Foi aquele bate papo que fez renascer nela a vontade de viver, de existir e de superar. Mas ela era confusa demais e reviver tudo que tanto doía podia ser a melhor forma de destruir sua vida para sempre.
Leonardo, Leco, Leo... Seriam a mesma pessoa? Esse nome tão familiar que havia partido cedo demais de sua vida agora retornava através de conversas sexys e profundas pela tela do celular. Não eram a mesma pessoa. Mas ela queria tanto que fosse.
Havia distância, segredos e mentiras em todas as conversas. Haviam sentimentos confusos, intensidade e vontades. Seria paixão? Uma nova chance pra ela? Será que um encontro virtual poderia se tornar real?


Sinopse:
Quando Leo descobre que a menina do bar é a mesma por quem ele se apaixonou sem nunca ter sentindo gosto, experimentado o toque ou se quer olhar nos olhos, seu mundo desaba.
Marina, Nina, Mazinha, Mari... Qual será a versão que Leo irá conhecer dessa vez? Todos os sinais dizem para ele manter distância, mas aquilo que era virtual virou real. Ela ainda pensa em morrer e ele... ele só quer viver ao seu lado.
Nada é tão fácil na vida. Fotos vazadas. Vontade de morrer, vontade de viver, medo, dúvidas, certezas e o passado. Amar é suficiente para superar? O amor é capaz de curar?
Depois de Nina contar sua história, em “Sexo Virtual, Amor Real”, e começar a enfrentar seus fantasmas é a vez de Leo. Eles já conhecem a essência um do outro. Já se apaixonaram pela internet e sabem como cada um enxerga o mundo. Um amor virtual, pode se tornar real?


Sinopse:
Quando Leo descobre que a menina do bar é a mesma por quem ele se apaixonou sem nunca ter sentindo gosto, experimentado o toque ou se quer olhar nos olhos, seu mundo desaba.
Marina, Nina, Mazinha, Mari... Qual será a versão que Leo irá conhecer dessa vez? Todos os sinais dizem para ele manter distância, mas aquilo que era virtual virou real. Ela ainda pensa em morrer e ele... ele só quer viver ao seu lado.
Nada é tão fácil na vida. Fotos vazadas. Vontade de morrer, vontade de viver, medo, dúvidas, certezas e o passado. Amar é suficiente para superar? O amor é capaz de curar?
Depois de Nina contar sua história, em “Sexo Virtual, Amor Real”, e começar a enfrentar seus fantasmas é a vez de Leo. Eles já conhecem a essência um do outro. Já se apaixonaram pela internet e sabem como cada um enxerga o mundo. Um amor virtual, pode se tornar real?



Sinopse:
Preconceito está em toda a parte e ás vezes nem nos damos conta disso. Foi partindo dessa premissa que 20 autores se reuniram para abordar o tema em 20 contos diferentes e inusitados. Todos com um único objetivo: te mostrar que preconceito é ruim.
Sabemos que a batalha é árdua e que alguns textos podem te chocar ou mesmo fazer com que você se identifique. Tudo bem se isso acontecer. Não se preocupe! Isso não significa que você seja uma pessoa ruim. Significa apenas que você, assim como tantos outros, precisa mudar.
E por isso, caro leitor, desejamos a você uma deliciosa leitura e uma dolorosa reflexão.


Sinopse:
Vinte quatro horas lhe separam do nada. O nada pensado, escolhido e, finalmente, quase conquistado. Vinte e quatro horas de lembranças, de reviver histórias, abrir feridas, realizar pela última vez coisas tão rotineiras na vida. E lembrar das primeiras vezes.
São máscaras, cicatrizes, feridas, perdas, traumas e medos que fizeram com que ela se tornasse o que hoje abomina. O que hoje a faz desejar o silêncio. Mas o silêncio quer cobrar o seu preço, revisitando cada momento que a levou até as últimas vinte e quatro horas.
Se um dia Maria Rita existiu, ninguém sabe. Já a atriz May Viçosa não consegue se esconder. São flashs, repórteres e uma vida de fingimento. Um falso noivado, desejos controlados, amores proibidos. Tudo parece errado. A única saída é apenas o nada…

Contatos da autora:

[Unboxing] Nerd ao Cubo #29 - Player

Dessa vez o unboxing é da Nerd ao cubo, com o tema Player, e eu não gostei muito, esperava mais da caixa. Provavelmente essa será a nossa penúltima caixinha com a turma da Nerd ao Cubo


Confiram o vídeo! E Não esqueça de deixar um LIKE:


[Resenha] Escritos de um Verão


Livro: Escritos de um Verão
Organização: Rô Mierling
Páginas: 120
Ano: 2017


Como o próprio título diz esse livro irá reunir contos, crônicas e poesias, cada uma mais linda que a outra, que irá nos fazer refleti.

"Prefiro acreditar que nós criamos o tempo; e o meu tempo sempre foi o agora. Esqueçamos o passado e o futuro. Deixemos que o agora nos conduza. Descobri que nós podemos ser os senhores do tempo. o deus Chronos; que nós podemos fazer, decidir, escolher e aceitar o tempo."

O livro é de poucas páginas, tem uma diagramação muito bem elaborada de acordo com a temática.
Tive as minhas preferidas, são em torno de 21 textos, muito bem escritos.

"Talvez alguém se lembreQue um dia eu existi, para amar,Por isso o medo e a incertezaDominam os pensamentos."

Recomendo a leitura a todos, principalmente aquele que desejam uma leitura leve, fluída e rápida.

"Hoje, vi ele e nem posso acreditar a quantidade de sentimentos que me fez reviver. Ele foi meu primeiro e grade amor. Acredito que nunca conseguirei sentir algo nem parecido por mais ninguém como senti por ele, nem por meu marido."

Fica a dica! 

[Resenha] Avenida Murkinesse 666


Livro: Avenida Murkinesse 666
Organização: Rô Mierling
Páginas: 136
Ano: 2017
Comprar: E-book


Sinopse: Na pequena cidade, um velho prédio tem uma história triste e macabra. Localizado na Avenida Murkinesse 666, o prédio foi construído pelo governo na década de 50, para ser cedido a famílias necessitadas. Muitas dessas famílias passaram a habitar o prédio, e tiveram ali suas histórias interrompidas quando na década de 60 múltiplos assassinatos mancharam de sangue as paredes e escadarias do sinistro prédio. Em cada apartamento morava uma ou mais crianças. Na madrugada do dia 31 de outubro de 1966 por volta das três da madrugada, a eletricidade do prédio foi subitamente cortada e na escuridão total, passos apressados se ouviram nos corredores de todos os andares. O dia amanhece e na portaria do prédio se via um rastro de sangue que levava ao final da avenida. O tempo passou e na virada do século, mais precisamente no ano 2000, o governo local fez umas poucas reformas no prédio e o liberou para moradia de famílias consideradas marginalizadas. Vamos conhecer agora a história desse novos moradores.
Esse livro reúne contos feitos por autores que finalizaram a I oficina literária Avenida Murkinesse 666 - Contos de Terror e suspense, organizado pela Rô Mierling. 
No início do livro seremos ambientados sobre o local onde os contos irão permear e logo em seguida os moradores desse prédio, que guarda mistérios, começam a contar suas histórias e o interessante é que elas têm ligação uma com as outras. 

Apartamento 1 - A 
Morador: Rick Spitaleti 
A dívida 
Um novo morador, coisas estranhas começam a acontecer, seria fruto da sua imaginação de alcoólatra ou real? Por que ele? 

"Com o passar das semanas, seus pesadelos foram se intensificando, a ponto de se fundirem com a realidade."

Apartamento 1 - B 
Morador: Tito Prates 
Agonia
Um senhor de quase 60 anos se isola de todos nesse apartamento devido a uma doença e viverá seus horrores. 

"O terror fictício de monstros, fantasmas, vampiros e outras criaturas sinistras é impossível, criada pela imaginação humana como uma diversão macabra. O terror real é diferente. É  doença, a dor o medo do fim."

Apartamento 1 - C 
Morador: Fábio Gomes 
O crucifixo do diabo 
Nesse conto iremos conhecer um padre que desistiu da batina e entrou para o tráfico de órgãos. Mas tudo que aqui se faz, aqui se paga.

"Mas de súbito respondeu: - primeiro vem o pecado e o crime. Depois vem a sentença e só então a punição. Eu moro no 1C e você pode me visitar outro dia, se sobreviver."

Apartamento 1 - D 
Moradora: Lorena Caribé 
Nem tudo é o que parece 
Helene uma jovem brasileira foi morar nos EUA com seu namorado Paulo, mas ele acabou se envolvendo com drogas e a maltratava. Até que um dia ele saiu de casa e quando voltou encontrou ela conversando com um jovem que foi ajudá-la com um entupimento. O que  será que aconteceu?

Apartamento 2 - A 
Moradora: Karina Gabrielle 
Perturbações de uma vida 
Uma mulher que fora estrupada na adolescência e passa seus dias remoendo o passado e suas escolhas. Tendo que vender seu corpo para sobreviver. 

Apartamento 2 - B 
Morador: Gustavo Cruz 
Não deixem as luzes se apagarem 
Um casal e sua filha perdeu o restante do seu dinheiro no jogo e foi morar no prédio da avenida Murkinesse, mas coisas estranha acontece ao escurecer.

Apartamento 2 - C 
Moradora: Perla de Castro 
Leite Derramado 
Daisy tem um passado perturbado e por conta dele resolve morar no apartamento da avenida Murkinesse 666 na tentativa de uma nova vida. Mas será que uma mente doentia é capaz de mudar? 

"Perdeu-se em medos, angústias e lamentos. Passava os dias com a criança no colo tentando entender o que acontecia. Talvez fosse o passado provando que não havia como apagá-lo."

Apartamento 2 - D 
Morador: Ailton Dos Santos Aragão 
Coleções mortais de Bodock 
Colecionador de cobras e aranhas, uma coleção de seres venenosos, que poderá ir contra seu dono.

"São como os vampiros a sugar nossas energias, a desmantelar os nossos sonhos e a destruir o prazer que temos pelas coisas simples que a vida nos oferece."

Apartamento 3 - A 
Morador: Lucas Corey 
Gregory Swanson 
Um senhor que devido a uma discussão com a filha resolve ir morar no apartamento e ver adolescente. Será alucinações? 

"Se a vida continua mesmo com a destruição do corpo físico, então faz sentido pensar que nada é por acaso, que não é indiferente ser bom ou mau, ao contrário do que insinuam aqueles romances perturbadores."

Apartamento 3 - B 
Morador: T. J. Nicodemus 
Pela Janela 
Stuart começa a ter medo de um garoto que aparece para ele e quando acha que seu filho fez amizade com ele decide que o garoto em que se afastar. Mas algo acontece.

Apartamento 3 - C 
Morador: Roberto Mello 
O número 9 
Joe sempre teve que lidar com o paranormal desde a infância e ao saber da oportunidade de pesquisa no Murkinesse 666 resolve ir para lá em busca de respostas. Será que ele irá encontrá-las?

Apartamento 3 - D 
Moradora: Camila M. P. Machado 
Olivia 
Tia Anna, é assim que Olívia a chama, mora no edifico e vive embriagada. Porém Olívia precisa mostrar a ela o que aconteceu. 

Apartamento 4 - A 
Moradora: Lana Gomes 
Lindsay 
Vai nos contar a história da Jasley, porém algo a perturbar ou ela é perturbada? 

Apartamento 4 - B 
Morador: Antonio Cesar Ribeiro 
Híbrido 
Um doutor tenta encontrar a cura para a doença da humanidade e contará com a possível ajuda de um ex-presidiário 

"A vida real é mais dura do que no idealismo dos programas sociais, nos dias de hoje ninguém acredita em ninguém e a desconfiança aumenta quando o sujeito diz que pegou cadeia."

Apartamento 4 - C 
Moradora: Vanessa Honorato 
Apartamento Sombrio 
Chloe decide morar no prédio com sua filha para fugir dos espancamentos do marido. Só que ela esconde algo. 

Apartamento 4 - D 
Morador: Roberto Ferrari 
O Crime Perfeito 
Job é encontrado morto junto com sua amante e Brian tentará solucionar o caso. Será que ele conseguirá?

Apartamento 5 - A 
Morador: Fernando Nunes 
Vamos brincar? 
John é um drogado, que vai morar no prédio e por algum motivo as crianças querem contato com ele. 

Apartamento 5 - B 
Morador: Alexandre Braoios 
Olhos Vermelhos 
Christopher deseja se tornar padre o que vai de contra aos desejos de seus pais. E acaba indo morar no edifício da Murkinesse 666, após não consegui se ordenar, ele tem uns lapsos de memória sem falar na visão do demônio que o persegue. Mas será que tudo é real?

Apartamento 5 - C 
Moradora: Lisa Hallowey 
Alucinações 
Lisa sente uma dor de cabeça, se automedica e ao dormir passa a ter sonhos, alucinações ou realidade? 

"Sabe nunca acreditei no inferno. Como eu  me enganei. Ele existe. É real e tem endereço. Descobrir isso depois que cruzei aquela porta."

Apartamento 5 - D 
Morador: Flávio Karras 
Urubu 
Um jovem se mudou para o apartamento para poder fazer um curso de especialização mas um urubu perturba sua paz e ele tenta encontrar uma solução. Talvez nada agradável. 

Notas da zeladora Rô Mierling 
Doente era cuidada pela filha, tinha pesadelos e que acabou tornando-se realidade e é assim que saberemos com ela foi parar ali. 

Os contos são muito bem escritos e super recomendo a leitura. 
Aproveita nessa sexta-feira 13!