[Resenha] O Homem Cobra


Livro: O Homem Cobra
Autor: J. Spagatas
Páginas: 464
Ano: 2018
Comprar: Físico

Sinopse: Sofia está no último ano do colegial, cheia de desejos, sonhos e insegura acerca de seu futuro. Ela vive uma vida pacata e sem graça na casa de seus pais. Desprezada por suas “amigas”, Sofia espera que os estudos terminem logo para começar uma nova etapa, quem sabe, com sucesso e novas amizades. Infelizmente, ela descobre que sua amada avó está muito doente e, à revelia das ordens maternas, se muda para lá, por alguns dias, a fim de ajudá-la. E, por coincidência ou destino, acaba indo para o jardim e lá encontra algo que irá mudar sua vida completamente. Uma píton, de mais de 2 metros de comprimento, com exuberantes olhos azuis, rasteja pela grama. Após vários momentos de terror e medo, Sofia percebe que a cobra quer se aproximar de maneira inofensiva, então fica radiante, pois terá um bicho de estimação. Era isso que ela pensava...
Sofia, uma jovem de 17 anos que tem que lidar com o final do ensino médio, com o que fazer após o término e com o câncer de sua avó que se encontra bem avançado e os médicos dizem que não há nada que possam fazer. 
Para uma garota isso deixa toda sua vida confusa e ao saber da notícia, pede a sua mãe para passar alguns dias na casa da avó mesmo tendo que faltar algumas aulas, para Sofia nada mais importa. Apesar de relutar, sua mãe permite que ela vá e ao ir passar um tempo no jardim nos fundos da casa, Sofia se depara com uma imensa cobra de olhos azuis, sua primeira reação é chamar os bombeiros, que ao chegar na casa da sua avó não encontra nada, mas certa de que ela não estava ficando louca, volta ao jardim e encontra a cobra, no momento em que ela tira uma selfie, sente interferências em seu celular, mas tarde ao verificar a foto, ela se depara com um homem cobra, nu e lindo.


"Queria poder dizer o que você quer ouvir, mas não posso. Meu coração está comprometido geladamente!"

Sofia tentará novas aproximações com a cobra, mas seu dia de voltar para casa chega, ela sente um vazio por não vê-lo e passará a ir a casa da sua avó só para tentar falar com a cobra novamente. 
Paralelo a isso conheceremos um pouco do ciclo de amizades, bem limitado, que ela tem. E sua vida conturbada dentro da escola.


"- Ao amor! Que ao mesmo tempo é lindo, nos destrói e nos faz ter os mais péssimos sentimentos!"

É uma história recheada de fantasia e romance, trás também temas como bullying e política. A escrita da autora é bem jovial o que faz com que a leitura seja bem mais rápida, mas confesso que a Sofia faz você odiá-la pelas suas atitudes que não condiz com uma jovem de 17 anos, ela parece ser bem imatura e mimada. Mas isso também não atrapalha a leitura, pelo contrário, faz com que você queira ir até o final pra saber em que presepada ela irá se meter. E ao chegar ao final você fica com gosto de quero mais. Preciso urgentemente da continuação!!!

Novas Seletivas de Contos e Poesias

A editora Illuminare abriu novas seletivas de contos e poesia.
Mas corre que o prazo é até o dia 30 de Dezembro e não deixem de ler o edital no site


IMPORTANTE: Os dois autores com os melhores contos e poesias receberão certificado de DESTAQUE LITERÁRIO e 3 exemplares extras.


Beija a Minha Boca
Contos livres de amor, desejo e paixão
Org. Rô Mierling



Cidade Noturna
Contos e Poesias ambientadas na madrugada urbana - qualquer tema, drama, romance, terror, etc.

Org. Alexandro Nunes


Contos de uma Primavera 
Contos ambientados na primavera - drama, amor, horror comédia. Estilo livre.

Org. Rô Mierling


Carpe Noctem (Prazo 10 de dezembro)
Contos sobre rituais, magias, feitiços
Org. Mhorgana Alessandra

Participem e não esqueçam de LER O EDITAL.

[Unboxing] Papel na Caixa - Sutil #Novembro

Sobre a box:

É clube de assinatura de itens de papelaria. E você pode escolher entre os planos "VOU COM CALMA!" e receber por apenas um mês ou "RESISTIR PRA QUÊ?",

garantindo sua entrega todos os meses.

Ao assinar, você receberá em sua casa uma caixa com 6 a 12 itens

escolhidos especialmente para você. São canetas, lápis, borrachas, post-its, bloco de notas, clips, marcadores, mimos entre outros.


Tema do mês de Novembro


Confere o vídeo:


[Unboxing] Intrínsecos #02 (Novembro)

A Intrínsecos é a caixinha surpresa da Editora Intrínseca, onde o assinante todo mês recebe uma caixa com um livro inédito, em edição capa dura, acompanhado por brindes exclusivos.


Veja o que veio na nossa primeira caixinha e não esqueça de deixar o seu LIKE:



[Entrevista] Autor Alberto Lacerda

É com grande prazer que trago aqui para vocês a entrevista feita com o autor do livro Crônicas do Cotidiano, Alberto Lacerda que estará em breve fazendo seu lançamento.


Suka: Fale um pouco sobre você: 
Alberto: Bem... Sou mineiro, nascido na cidade de Nanuque. Passei a minha infância em Nanuque e no ginásio comecei a escrever poesias durante as aulas de química e física. Nessa época tive bastante incentivo da professora de redação. Eram as aulas que mais gostava. Essa professora, certa vez, teve a ideia de fazer um jornal para a escola (chamado Seiva) e, em uma de suas edições foi publicado uma de minhas poesias. Daquele momento me senti cada vez mais à vontade com a escrita. Me mudei para Belho Horizonte para prestar o vestibular no ano de 1999. E enquanto frequentava o cursinho preparatório tive incentivo do meu professor de Literatura. Ele também se chamava Alberto, por coincidência (se é que isso existe). Escrevi por algum tempo e fiz um livro de Poesias chamado Estórias e Amavios, o qual reune as poesias escritas até àquela época, mas que ainda não publiquei. Na verdade, hoje, está no processo de formatação para ser lançado, ainda sem editora, no início do ano que vem. Depois disso a escrita acabou ficando adormecida devido a faculdade e emprego. Porém, agora, voltei a escrever e não pretendo parar mais.

Suka: Quem ou o que te influenciou para que hoje você fosse escritor? 
Alberto: Sempre tive acesso a livros. Meu pai é um ávido leitor e tem uma biblioteca razoável. Na verdade, a música e a literatura sempre estiveram presentes na minha casa. Assim, cresci ouvindo Simon and Garfunkel e lendo os diversos almanaques da Disney. Também vi na escrita a possibilidade de poder me expressar melhor. Se não for melhor, pelo menos de uma forma mais completa, acredito. Nem sempre consegui colocar as minhas ideias de forma clara ao falar. Então, pensei: Se eu tiver de escrever, as pessoas terão de ler tudo o que estiver no papel antes de contra argumentar. Acho que isso me ajudou a escrever: a dificuldade de me comunicar.

Suka: Após 21 anos você está lançando um livro que reúne várias crônicas, dentre elas tem alguma em especial ou que você goste mais? 
Alberto: Não sei se tenho alguma em especial. Todas têm um pouco de mim e do meu jeito de ver o dia a dia. 

Suka: Já pensa em uma nova publicação? Se sim, pode nos contar um pouco? 
Alberto: Sim, penso. Estou com trabalhos em paralelo. Tem o livro de poesias que pretendo lançar no início do ano que vem (Estórias e Amavios) e há um projeto de contos em andamento. Estou preparando o blog e o perfil do instagram para começar 2019 de forma bem estruturada. Nessas mídias as pessoas poderão acessar artigos e ensaios.

Suka: Fale um pouquinho sobre seu livro. 
Alberto: O Crônicas do Cotidiano é um livro que ilustra bem o meu jeito de ver as coisas. São relatos, cômicos, daquilo que vi e vivi. Um jeito descontraído de perceber o mundo. A intenção é que seja um livro leve e descontraído. 

Suka: Se quiser escrever mais alguma coisa que acredita ser interessante fique a vontade. 
Alberto: Como respondi na segunda questão, eu comecei a escrever para poder me expressar melhor. No final de 2016 eu percebi que precisava escrever. Fiz um artigo no início de 2017 e enviei para um conhecido em Nanuque que o publicou em seu jornal. A partir daí passei a escrever crônicas e enviar para ele. O Crônicas do Cotidiano é o resultado de um ano de escritas para esse jornal (que se chama Em Tempo).


Sinopse:

A primeira publicação de Alberto Lacerda foi no jornal “Seiva”, em 1997, enquanto ainda cursava o segundo ano do ginásio. No jornal da escola fora publicada uma poesia, das inúmeras que escreveu, que fez ao invés de estudar para as aulas de química e biologia. De lá pra cá, o espírito criativo do autor teve tempo suficiente para evoluir e se concretizar neste livro. Vinte e um anos depois de sua primeira publicação, o escritor reúne aqui as crônicas publicadas no jornal Em Tempo. E com o seu jeito de ver o mundo que lhe é tão característico, descreve sobre suas próprias peripécias e acasos. Aqui, Alberto consegue retratar, de forma cômica e realista, sua visão sentimentalista e singular dos acontecimentos comuns do dia a dia, como pode ser visto em “Abobrinhas e Grão-de-Bico, Ressonância, Tumulto Fitness e Dion Lenon e o Coala. 
Crônicas do Cotidiano é um livro leve, cômico e que convida o leitor a se divertir.

[Unboxing] Turista Literário #29 (Outubro)

Unboxing do Turista Literário do mês de Outubro, particularmente eu gostei bastante.


Confiram o vídeo! E não esqueçam de deixar um LIKE:

[Filme] Exterminadores do Além Contra Loira do Banheiro

O filme é uma paródia do caça-fantasma, nesse caso como eles mesmo se intitulam caça-assombrações, a equipe é composta por Jackson (Danilo Gentili), Carolina (Dani Calabresa), Fred (Léo Lins) e Túlio (Murilo Couto), que tiram proveitos de seus clientes para ganhar visualizações e faturar com o youtuber, até que um dia eles serão convidados a exterminar o fantasma da Loira do banheiro que está assombrando uma escola, no início eles levam na brincadeira até verem que não dá pra brincar sempre com os fantasmas. Vale ressaltar que a atuação da Pietra Quintela como o fantasma da Loira do banheiro foi magnifica.

Confesso que não saberei definir o gênero deste filme, terror? Comédia? Ele é dito como filme de comédia e consegue sim tirar bastante risada, porém, também trás seus sustos previsíveis e cá entre nós ele é bem nojento, muito sangue pra lá, muito sangue pra cá e espera faltou mais sangue. Chega a ser grotesco e confesso que às vezes uma comédia forçada com um assunto delicado como a pedofilia, misoginia e estrupo. Além de trazer como referências outros filmes e séries, como Stranger Things. Faltou um pouco de originalidade e acredito que se perdeu na proposta.


Sinopse: Um grupo de três youtubers que se dizem especialistas em seres sobrenaturais decidem conquistar o reconhecimento do público de uma vez por todas. Para isso eles traçam um plano para capturar um ser conhecido por todos. Trata-se do espírito de uma mulher de cabelos claros que morreu de modo desconhecido e que assombra os banheiros das escolas de todo o país: a loura do banheiro.
Elenco: Danilo Gentili, Léo Lins, Murilo Couto, Dani Calabresa
Duração: 100 min
Diretor: Fabrício Bittar
Distribuidora: Vitrine Filmes
Gênero: Comedia 
Classificação: 16 Anos

Assista ao Trailer:


[Unboxing] Papel na Caixa - Colorida #Outubro

Sobre a box:

É clube de assinatura de itens de papelaria. E você pode escolher entre os planos "VOU COM CALMA!" e receber por apenas um mês ou "RESISTIR PRA QUÊ?",

garantindo sua entrega todos os meses.

Ao assinar, você receberá em sua casa uma caixa com 6 a 12 itens

escolhidos especialmente para você. São canetas, lápis, borrachas, post-its, bloco de notas, clips, marcadores, mimos entre outros.



Tema do mês de Outubro


Confere o vídeo:


[Unboxing] Intrínsecos #01 (Outubro)

A Intrínsecos é a caixinha surpresa da Editora Intrínseca, onde o assinante todo mês recebe uma caixa com um livro inédito, em edição capa dura, acompanhado por brindes exclusivos.


Veja o que veio na nossa primeira caixinha e não esqueça de deixar o seu LIKE:


[Unboxing] Turista Literário #28 (Setembro)

Unboxing do Turista Literário do mês de Setembro, particularmente eu gostei bastante.


Confiram o vídeo! E não esqueçam de deixar um LIKE: