...

Muitas palavras já foram ditas,
Sentimentos foram desvalorizados,
Milhões de lágrimas correram a face,
E a desilusão já tomou conta,

Sem mais o que dizer,
O que sentir, o que fazer,
Lágrimas por alguém não derramas mais,
E no amor não mais crerás,

Muito amor foi dado,
Pouco foi recebido,
Muito carinho doado,
Tudo sofrido,

Num mar de paixão,
Coberto pela desilusão,
Navega um coração,
Sem uma direção,

E no martírio passas a viver,
Vês tua alma padecer,
Sem uma esperança, sem uma luz,
Em lágrimas o sofrimento reluz,

Cansas de viver assim,
Tens o direito de ser feliz,
Porque não conseguiste?
Só indo atrás e descobrindo,

Sem saber o que dizer,
O que sentir, o que fazer,
Lágrimas por ninguém não mais derramarás,
E atrás do amor correrás,

Tanta coisa mudou,
Desde o último suspiro,
Idéias diferentes,
que agora fazem sentido,

Bom ou ruim,
Agora é assim,
Não mais te iludirás,
Por um rosto de bom rapaz,

Não sabes o que dizer,
O que sentir, o que fazer,
Lágrimas só de felicidade,
E o amor já não é uma verdade,

Mas derepente as coisas mudaram,
Do nada apareceste,
E minha induzida frieza,
Desapareceu em um instante,

Tudo ficou confuso,
E minhas idéias já não têm sentido,
Mecheste comigo de tal forma,
Que meu coração voltou a viver,

Este sentimento tão belo,
Já não me lembrava dele,
Reavivaste em meu peito,
O verdadeiro afeto e carinho,

Tu és o que digo,
O que sinto, o que faço,
Felicidade adentra meu peito,
inunda meu coração de amor,

Mas lágrimas eu derramei,
No instante em que te magoei,
A dor foi muito grande,
Jamais me perdoarei,

Mas peço-te apenas,
Aceite minhas desculpas,
E aceite meu amor somente para ti,
Por todo o tempo que quiseres.

Minha vida se reduz a isso...
quase n vivo aprizionado dentro de mim mesmo..
perdido dentro desse corpo...
morto e vido ao mesmo tempo...
me escutem ...
por favor 



[Autor Desconhecido]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!