...

Viverei minha vida inteira fazendo oferendas e sacrifícios a "não sei quem" 
Esperarei por você em minha lapide nem que seja para trocar de flor 
porque ainda assim sentirei você de volta em meu ser 
mas isso não significaria que eu queira viver de volta 
muito menos com você 
muito menos com mim mesmo 
deixemos que os vermes me consumam 
assim apenas estarei em Paz, na plenitude de meu ser 
de onde vim 
para onde irei 
O Caos eterno, 
a Fonte de Minha Santidade Amada 
rogo aos céus por minha salvação 
peço o frio de minha alma 
peço a quietude profanada de meu ser 
de volta como eu era 
sem que pra isso eu precise morrer 
já que te olhar nos olhos 
é sim morrer...

(Autor Desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!