...

Nem quero conjugar o verbo em si - no tempo perfeito, imperfeito ou mais que perfeito dos livros didáticos. Confesso, devido ao transbordamento de hoje, que meu pensamento paira no bom de tudo que é amar, no sentido amplo das minhas impressões pessoais. Uma melodia sublime que escuto com atenção, bailando no salão da felicidade. 
É aquela sensação gostosa de progresso da alma, que no peito faz prosa, cantiga de roda inspirando emoções, deixando quente o coração menino e as intenções puras como um verso. Doce poema a exaltar a vida! 
O amor é assim! É quando ligeiro os olhares se cruzam e refletem o brilho do quero colo, quero beijo, quero abraço. Tem o poder de deixar pequeno o cansaço do dia ou simplesmente, transformá-lo em alegria - uma ingênua e saudável realidade - que deixa o mundo colorido numa constante renovação de idéias, onde o feio não existe, o sorriso vale muito, a raiva não persiste e os contras são esquecidos, mesmo que por alguns eternos momentos... 
Um amor a dois que cola a pele no suor dos corpos, deixando as marcas da paixão como tatuagem, miragem esculpida entre palavras e juramentos, carinho e desejo a contento futuro que não tarda em chegar. Depois, o encanto de adormecer enlaçados no sono bom das afinidades e acordar serenos e felizes, quando percebe-se que o sonho lindo foi tudo uma grande verdade. Viva! 
Conjugando o amor, todos os sons são sinos, badalos que despertam até o mais duro dos corações. Sim! Tem gente que não aceita, insiste em dizer que o mesmo não existe, mesmo sob o fogo que rasga a vaidade, provoca loucuras e faz nascer a saudade de um alguém. 
Resistência até certo ponto compreensível, já que o amor é o abstrato maior que confunde o simplismo humano de a tudo querer pegar, ver e, aí sim, botar fé na existência de algo não palpável. 
E ele é mais, muito mais do que a suposta razão consegue alcançar! É o aconchego do lar com a família reunida; o abraço apertado de um ente querido; o encontro bom entre amigos. É o sorriso de uma criança que cai e levanta nos primeiros passos - fala enrolada que com graça se faz entender. É tanta coisa boa, basta perceber! 
O amor é magia, é poder! Nem de longe é uma questão de merecimento. Está ao alcance de todos, no fomento da carne e do espírito, na busca sincera de um mundo melhor, nas pequenas coisas da vida e na sensibilidade do olhar. Simples assim, segundo as minhas próprias e loucas convicções... 
Aos amigos e à flor do meu jardim, um final de semana maravilhoso, repleto de energias positivas e bem querer em todas as direções. 
Quero beijar-te a boca minha bela. Em devaneios da mente, acelero o tempo bom de te ver outra vez, sufocando a enorme saudade, vontade de você!

(Autor Desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!