Razões de Um Poeta da Dor


Poeta da dor alma ferida 
Pela noite chora sua vida sofrida 
Poeta da face morta e agonizante 
Já não é mais o que era a um instante 
Meus olhos de escuridão 
Em que a noite vem repousar 
Minha voz é o grito silencioso 
De quem tem um amor sem lugar pra habitar 
Minhas palavras são faca afiada 
Que deixam mentiras dilaceradas 
Por onde quer que as deixe voar 
Sou flagelo da vida 
Que não esconde as feridas 
De sangrentas batalhas sofridas 
Que o mundo me fez lutar 
Sou um poeta poeta escritor 
Que usa como inspiração a dor 
De no passado ter perdido um grande amor 
Em minha mente uma piada macabra 
Faz morrer o mundo de abra cadabra 
Que tanta gente acaba 
Achando que pode viver 
Quero que o mundo se cale 
E pare com a loucura 
Se vocês acham que ser gótico é não ter cultura 
E por que não sabem o que fazer 
Diante de tanto estilo e atitude 
Que  vocês não sabem como ter... 

Dark Wind

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!