[Filme] As aventuras de Pi



Eis que fui assistir as aventuras de Pi. Seu titulo original, "Life Of Pi" ("Vida de Pi", ao pé da tradução), como sempre modificado para tradução em português, denota que o filme será uma biografia ou um acontecimento da vida de Pi. Mas quem é esse Pi? No começo do filme ficamos sabendo que seu nome é derivado do nome de uma famosa e luxuosa piscina francesa. E você se pergunta "É esse o proposito do filme? Falar de um nome incomum de uma criança indiana?", Não. O proposito do filme não é esse, simplesmente falar de um nome, ou da infância de uma criança indiana. E sim, grande parte da historia se passa na Índia. É que o roteiro é muito bem escrito e detalhista, por isso fala do nome de Pi, que é Piscine Molitor Patel e do seu esforço para que seu apelido "Pi" pegasse e ele conseguisse com que seu nome parasse de ser chacota. O filme é baseado no livro de Yann Martel lançado em 2001. Depois de toda essa introdução da vida de Pi, que conta ainda com historias do zoológico de sua família e os esforços que seu pai faz para educa-lo enfrentando as dificuldades e os desafios da vida o filme segue para seu grande enfoque: Uma aventura cheia de riscos e situações diferentes e inéditas. Acontece que depois que Pi cresce sua família resolve se mudar pro Canadá onde poderão ter uma vida mais tranquila e segura. Ele discorda mas não a nada que possa fazer, sendo assim, embarca junto com a família e os animais do zoológico num navio cargueiro, rumo a uma nova vida. No meio dessa viagem uma tempestade faz o navio virar e ele consegue se salvar num bote salva vidas. O  que ele não imaginava é que alguns dos animais também tentariam se salvar e pulariam no bote. Então uma sucessão de acontecimentos começa com Pi, uma zebra, uma hiena, um orangotango e, incrivelmente, um tigre de bengala chamado carinhosamente de Richard Parker. Ele agora tem que sobreviver com os perigos do mar, e disputando o espaço que resta com os animais. Cada cena de luta pela sobrevivência nos encaminha e nos foca cada vez mais no filme, e a historia, que o próprio Pi mais velho começa a narrar começa a comover mais e mais.
Pronto, não quero mais falar do roteiro, porque afinal, vocês têm que ver o filme, e eu garanto, as aventuras que ele passa no bote são lindas e de tirar o fôlego. Sua relação com Richard Parker é digna de reflexão. 
A respeito da parte técnica do filme, só tenho altos e claros elogios. É sem duvida um dos filmes mais lindos, esteticamente, que eu já vi. Não é a toa que levou 4 anos (o mesmo tempo que famoso Avatar) para ser produzido. Em certos momentos o céu e o mar são a mesma coisa o que o deixa mais intrigante. Ele é cheio de natureza bruta, a forma como foi tratado, sua estética é impecável, apaixonante. Não consigo descrever, é realmente lindo. Sua fotografia é impecável. Se vocês tiverem a oportunidade de ver em 3D não desperdicem, é um dos melhores 3D de todos os tempo. 
O responsável pelos incríveis cenários é o diretor Ang Lee (Hulk e O Segredo de Brokeback Mountain).
O filme peca as vezes apenas na perca do sentindo, da moral, onde no livro isso é mais claro, e no filme, a religião e a reflexão maior é apenas no começo e no final.


Fica aí uma ótima dica pra férias.

Se liga no Twitter: @_boypost 
Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!