[Entrevista] Autora Lizete Meine

Olá Meninas e Meninos,

Hoje trago para vocês a entrevista que fiz com a autora Lizete Meine e ela fala um pouco de seu livro A Sombra da Suspeita que parece-me ser maravilhoso, porém ainda não tive o prazer de ler.



Suka: Fale um pouco sobre você:
Lizete: Já fui casada e tenho dois filhos. A dez anos sou divorciada. Tenho paixão por leitura. Comecei quando criança lendo escondido do meu pai que me proibia ler revistinhas e gibis. Minha primeira faculdade é de Historia. Após me separar fiz Direito. Comecei escrevendo poesias, contos, cartas, prosas, contos eróticos e outros. Em 2011 escrevi meu primeiro livro infantil: Corre Leo, Corre, publicado em 2012. Minhas pretensões são infinitas quando penso em literatura. Pretendo sim, escrever muitos romances. Suspenses são os meus preferidos.

Suka: Você sempre quis ser escritora?
Lizete: Sempre trazia comigo a ideia de um dia escrever e publicar histórias. Então comecei a escrever A sombra da Suspeita e O Perseguidor, que ficaram prontos na mesma época, ou seja, em 2012. E por algum tempo ficaram guardados no meu net ate a oportunidade da publicação. O que não é fácil no Brasil.

Suka: Como surgiu a ideia de escrever o livro A Sombra da Suspeita?
Lizete: Algumas passagens que conto no livro é fatos verdadeiros. E foi daí que tive a ideia de contá-los. O resto as ideias foram surgindo, uma vez que tenho experiência no ramo do Direito, o que me deu uma certa facilidade.
E eu costumo dizer que escrever uma historia é como comer farofa. Vai-se comendo devagar, se engasgar, para-se. E de vagar as coisas vão saindo...

Suka: Já escreveu outros livros ou pretende escrever?
Lizete: Como já mencionei, escrevi Corre Leo, Corre, já publicado e A Sombra da Suspeita e O Perseguidor que logo estarão publicados. Atualmente já estão acabados para publicação os livros: O Diário de Gisele Baumer e Memórias de Um Bordel que sairá a publicação no ano de 2014. E estou escrevendo outro a partir de um sonho que tive que se chamara: O Dia que o Mundo Começou. Este foi um sonho real:
“Não havia nada de diferente naquele vilarejo de Farinhas, apenas um dia de primavera, onde a plantação de girassol estava em flor. Estava parada observando a grande plantação, quando de repente um a um, girava compassadamente e colocavam-se numa mesma posição. Era o aviso que o mundo acabaria nesse momento. Então me dirigi calmamente para casa e vesti a melhor roupa e esperei que tudo terminasse. Magicamente tudo sumia á minha frente. Encontrei-me ao meio á vinte e quatro pessoas desconhecidas no alto de uma colina. Contei uma a uma. Vinte e quatro pessoas. Eu era a vigésima quinta. Entre homens e mulheres. Doze homens e doze mulheres.
Do alto via-se um rio que descia uma cachoeira em meio a uma floresta enorme, a perder de vista. Á minha frente havia uma grande casa com muitas janelas iluminadas. De repente iluminou-se uma redoma. A parte da frente era de vidro, com os lados fechados. Dentro havia um homem grande, calvo, que falava através do vidro:
_Vocês são incumbidos e responsáveis pelo mundo que vem a seguir. Não há mais ninguém na face da terra.
A voz firme e grossa continuou falando:
_Não cometam pecados. Não blasfemem. Sejam pacíficos uns com os outros. Vivam em harmonia. Amem uns aos outros. E procriem. Disso dependerá a população do mundo. Vocês foram os escolhidos!
A voz se voltou pra mim e disse:
_Você é responsável pela população do mundo. Multiplicai-vos!
Então perguntei:
_Por que eu? Sou uma pecadora! Tentei falar com o homem da redoma. Então, antes de obter uma resposta, acordei”.
Então foi assim O Dia que o Mundo Começou.

Suka: Quanto tempo levou para escrever esse livro?
Lizete: Quase um ano. Não sei precisamente o tempo correto. Escrevi os dois ao mesmo tempo. Como agora também estou escrevendo duas historias ao mesmo tempo.

Suka: Quem te apoiou na sua ideia (editora, familia, amigos)?
Lizete: Não houve apoio de ninguém. Alias, vejo a falta de apoio dos amigos em geral. Talvez por ignorância, inveja ou ciúmes. Não sei. Vejo a falta de interesse absurda das pessoas em geral no que se trata de livros e leitura. Lamentável.

Suka: Fale um pouquinho sobre seu livro.
Lizete: A Sombra da Suspeita conta a historia de um rapaz que com a morte do pai perde todo seu patrimônio e resolve que adquirira tudo o que um dia pertenceu a família. A partir daí comete grandes furtos para obter fortuna. E por fim conhece uma moça que sofreu abuso do seu padrasto e a partir daí vivem uma historia cheia de surpresas.

Um comentário:

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!