[Resenha] Cinquenta Tons de cinza

Venho relutante a um bom tempo em ler esse livro. Alguns devem está se perguntando porquê?
Porque algumas pessoas do meu convívio leram e disseram que era uma porcaria...
Então fiquei de férias da universidade agora em agosto e resolvi começar a ler esse livro, primeiro porque tenho uma pilha de livros para ler que são meus objetivos ainda para esse ano, segundo porque sinceramente não queria começar por aqueles que estou com muita expectativas e terceiro não gosto de ter livros na minha estante que eu não tenha lido.


Resenha: O livro conta a história de Ana Steele, uma estudante universitária que nunca namorou e que trabalha muito para se manter e conciliar com a universidade, além de morar no apartamento de sua amiga Kate estudante de jornalismo.
Kate vai escrever uma matéria para o jornal da universidade sobre o bilionário  de 28 anos chamado Christian Grey, porém ela adoece e pede a Ana que faça a entrevista no lugar dela. Ana para ajudar sua amiga acaba indo e tudo na sua vida começa a mudar, principalmente sua vida amorosa.
Grey acaba mostrando/ensinando a Ana coisas diferentes e para alguns estranhas.
Mas tudo tem uma história por trás dessa personalidade autoritária, existe alguns segredos obscuros e um passado misterioso.
E eles vivem um romance atordoado e cheios de expectativas.

Minha Opinião: Bem... fica claro que Ana é submissa a Grey assim como a maioria das mulheres que se dizem não ser e não venham com esse papo de que não são!!! Vamos deixar de hipocrisia e falar a verdade, vi várias resenhas falando mal do livro tanto homens como mulheres. Para mim o livro instigou a minha curiosidade pela história pois no inicio percebi que Grey tinha algum problema do passado mas até então não tinha ficado claro. Particularmente gostei do livro, mas foi como imaginei eles ficariam junto e por algum motivo ela deixa ele para poder vim um segundo livro.

Não indico a todos pois é um livro erótico e para maiores de 18 anos, também por isso não adentrarei profundamente na história.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!