[Entrevista] Autora Tatiane Durães

Como vocês sabem estou participando do BookTour do livros As Faces da Luz (Resenha), e como amei o livro não podia deixar de entrevistar a autora Tatiane Durães.
Mas vamos deixar de Blá blá blá e conher um pouquinho sobre ela.



Suka: Fale um pouco sobre você: 
Tatiane: Bem, não gosto muito de falar de mim, mas vamos lá. Sou casada, tenho um menino lindo de 7 anos, o qual tento fazer com que goste de livros e de ler, sou apaixonada por livros/filmes/séries de fantasia, sou medrosa, não assisto nem leio nada de terror e por isso mesmo que demorei muito para ter coragem de assistir Supernatural, hoje é uma das minhas séries favoritas.

Suka: Você sempre quis ser escritora?
Tatiane: Não. Já quis ser professora, astronauta, piloto de caça, mas nunca tinha me imaginado escrevendo histórias, apesar de sempre adorar fazer roteiros para os teatros da escola. Essa vontade veio em 2013, quando tive a ideia da história da Trilogia Arcantatys e precisava organizá-la de alguma forma. Foi, então, que percebi que tinha um livro nas mãos. Depois disso as histórias não me deixaram mais em paz. 

Suka: Como surgiu a ideia de escrever a trilogia Arcantatys?
Tatiane: Eu tenho a mania de ficar imaginando finais diferentes para livros que leio e filmes que assisto. Nisso, acabei criando uma personagem que eu pudesse fazer o que eu queria com ela, a Tayara. Ela era uma jovem que havia herdado magia negra, e que acabava em um mundo mágico. Fiquei muito tempo brincando com a história e os personagens em minha mente. 

Suka: Já escreveu outros livros ou pretende escrever?
Tatiane: Já sim. Tenho o “Kaelium – A Herdeira” publicado na Amazon, no formato e-book. Ele também esteve no Wattpad e atingiu 37 mil leituras. E também tenho o “Desejo e Honra”, um romance de época que se passa em Minas Gerais, no ano de 1890. Esse foi publicado ano passado pela Editora Deuses. 

Suka: Quanto tempo levou para escrever o primeiro livro da trilogia “As Faces da Luz”?
Tatiane: Levei um ano, mais ou menos. Isso entre modificações, revisões e acertos. 

Suka: Quem te apoiou na sua ideia (editora, família, amigos)?
Tatiane: Minha mãe sempre me apoiou, desde o início. Meu marido via como um passa tempo, uma diversão. Hoje ele leva a sério. 
Mas minhas amigas leram as primeiras versões, deram suas opiniões, me ajudaram muito. 

Suka: Fale um pouquinho sobre seu livro.
Tatiane: No primeiro livro da Trilogia Arcantatys, o As Faces da Luz, vamos acompanhar a Tayara. Uma jovem que ainda não começou a faculdade, adora cantar com as amigas e não gosta de compromissos. Um dia, ela e sua mãe, acabam sendo obrigadas a atravessar um portal. Um enorme lobo aparece na casa delas, e faz com que a Sonia, sua mãe, entre em uma espécie de transi e a arrasta para Arcantatys. Tayara vai junto, com medo de deixar a mãe sozinha. Elas acabam sendo acolhidas pela aldeia élfica de Haesbaert, e o rei Cedric explica o motivo delas terem ido para lá. 
Acaba que a Tayara recebe a herança mágica de sua vida passada, a magia negra e sente-se atraída por um elfo, Aodh. Só que eles descobrem que a essa atração só existe por causa de uma maldição. Então, ela precisa decidir se quebra a maldição ou não, já que a bruxa que o amaldiçoou foi Agatha, a sua vida anterior. 

Suka: Se quiser escrever mais alguma coisa que acredita ser interessante fique a vontade. 
Tatiane: Queria agradecer a oportunidade de mostrar um pouco de mim e do meu trabalho aos leitores do blog. Agradecer o apoio e o carinho. E dizer que em novembro sai o segundo livro da Trilogia, As Faces da Sombra, que já tem capa e está muito diva.

Agradeço a Tatiane Durães por se disponibilizar a responder a entrevista e por me me propor uma leitura fantástica.

Um comentário:

  1. Oi Suelane,

    Muito obrigada pela atenção e pelo carinho. Adorei a entrevista.
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!