[Resenha] Bartleby, o escrivão


Livro: Bartleby, o escrivão
Autor: Herman Melville
Páginas: 94
Ano: 2017

Sinopse: Uma irônica e literária análise da natureza humana, do mesmo autor de Moby DickO personagem título é um jovem amanuense judicial que, cansado do trabalho burocrático, decide adotar o “não” como lema e o “nada” como estilo de vida. Publicada originalmente, de forma anônima, numa revista em 1853, Bartleby, o escrivão é uma daquelas obras que deixa os leitores confusos quando chegam ao final: não há uma resposta e sim questionamentos sobre quem seria esse personagem tão peculiar.A narrativa de Melville, um dos percursores do absurdo na literatura, é tão curta quanto rica e múltipla; leitura para se perder em interpretações.

"Bartleby já define um gênero que Franz Kafka reinventaria e aprofundaria a partir de 1919: o das fantasias do comportamento e sentimento ou, como agora lamentavelmente se diz, psicológicas." (Jorge Luis Borges)

A história é contada por um advogado que tem seu escritório localizado na Wall Street, um senhor sossegado, que não gosta de discussões em qualquer âmbito da sua vida.
Ele irá descrever seus funcionários Turkey, Nippers e Ginger Nut como forma de embasar a sua personalidade. As atividades no escritório  aumentam e ele acaba tendo que contratar um novo funcionário, o então Bartleby.

"A felicidade busca a luz, por isso julgamos que o mundo é alegre; mas o sofrimento se esconde na solidão, por isso julgamos que o sofrimento não existe."

Bartleby é um homem de poucas palavras ou melhor quase nenhuma. O Narrador-personagem conta que o instalou próximo a sua mesa, separados apenas por um biombo para que se fosse necessário pedir algo a ele, já estaria perto.
Até então Bartleby faz seu trabalho que é copiar e o faz sem parar, um funcionário exímio, primeiro a chegar e ultimo a sair, até que é pedido a ele que ajude os outros numa revisão do seu próprio trabalho e ele apenas responder:
- Preferia não fazê-lo.
Questionado por suas atitudes ele continua a dá a mesma resposta. Isso apenas deixa nosso narrador curioso, então ele passa a observá-lo e isso só aumenta nossa curiosidade e a curiosidade do narrador sobre o Bartleby.

"Minhas primeiras emoções haviam sido de tristeza mais pura e compaixão mais sincera; mas à medida que o desamparo de Bartleby se expandia em minha imaginação, a tristeza se converteu em medo, a compaixão virou repulsa."

Certo dia Bartleby resolver não fazer mais o seu trabalho e passa o dia sem interagi com ninguém virado para parede.
O advogado tenta buscar resposta, mas não as encontra e suas atitudes apesar das situações que surgiram são sempre passivas.
É um livro instigante e que aguça nossa curiosidade.

Quer adquirir o livro? Acesse (AQUI)

22 comentários:

  1. Gosto de livros instigantes que satirizem alguma coisa. Acho que eles são importantes para nos ajudar a aprender a criticar a nós mesmos as vezes.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Oi, confesso que quando li o titulo achei que o livro seria um tédio total, porém me surpreendi com a sinopse e a saber que ele foi publicado originalmente de forma anonima em uma revista...achei bastante interessante !

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Tomei conhecimento deste livro faz bem pouco tempo e achei a premissa bem interessante e fiquei curiosa, mas vou tentar ler Moby Dick antes de mergulhar mais profundamente na escrita do autor.

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Melville é incrível, tem uma escrita maravilhosa, mas ainda não li essa obra dele. Confesso que tenho bastante vontade de ler outros títulos e essa obra parece ser bem bacana.
    Não sabia que havia sido publicado anonimamente em um revista, isso é bem curioso.
    Dica anotada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Eu não conhecia esta obra do autor e fiquei intrigada com a sua resenha, que apresentou o livro mantendo o mistério. Considerei incrível como o autor captou algo de uma rotina corriqueira - o trabalho cotidiano de um escritório - para dissecar as dinâmicas entre os personagens a partir de como reagem ao comportamento "inesperado" de um deles. Uma proposta para capturar o leitor e deixá-lo se questionando sobre a narrativa. Obrigada por me apresentar esta opção de leitura. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    EU ainda não conhecia esse livro, mas quando diz que é uma trama que aguça a curiosidade, fiquei com vontade de ler.
    Vou anotar essa dica para conferir, adorei o que apresentou na sua resenha.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser realmente interessante, não fazia ideia dele, então menos ideia ainda sobre as demais informações. Não sei se leria no momento, mas é uma boa dica... gosto e leituras rápidas. :)

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha mas não é o meu estilo de livro... Beijos
    amorliterarioblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    O personagem é bem estranho e enigmático e podemos dizer até com habilidade de irritar os outros com a postura dela haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse Bartleby parece umas pessoas que conheci na vida... A história até parece interessante, mas como a sinopse diz que no final não há uma resposta é sim questionamentos não quero ler.

    ResponderExcluir
  11. Olá, já houvi falar sobre esse clássico, tenho curiosidade para ler e saber como termina a história desse funcionário tão excêntrico ao receber ordens.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Não conhecia esse livro e fiquei curiosa com a sinopse apresentada. O personagem parece ser bem peculiar mas confesso que não me animei em ler por conta do desfecho, que na verdade é um questionamento.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Não imaginava que seria um enredo assim, o livro parece ser bom e já despertou minha curiosidade, mas se não tem um resposta igual estamos acostumados a ter no fim minha vontade de ler até passou, por que vou ficar lendo para ficar sem respostas ?! É estranho.A premissa é boa, estou pensando seriamente se faço ou não a leitura. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa para saber o desfecho dessa história e entender o comportamento de Bartleby!!! 🤔🤔🤔

    ResponderExcluir
  15. Olá, Suka! tudo bom?
    Meu deus, fiquei curiosaaaaa! Preciso saber mais, e agora ? hahaha otima resenha amore! Quero saber tudo! Esta história dele virado pra parede me lembrou bruxa de blair rs
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br
    Insta: instagram.com/blogliterarte/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Esse seria um livro que passaria por mim direto. Mas, com sua resenha e conhecendo um pouco mais dos detalhes da história, acabei gostado. Curto livros com histórias instigantes com um tom de enigmático. O personagem nos deixa mais preso ao livro, acho legal quando isso acontece.
    E que livro curtinho, em? Ótimo para ler em uma tarde.

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu não conhecia esse livro e por mais que a sua resenha tenha me despertado uma curiosidade absurda, não acho que seja um livro que eu leria, eu surtaria por causa do final não ter respostas, sou muito curiosa para conseguir ler algo que termina com questionamentos, rs. Apesar disso, amei a sua resenha e as citações 🙂.

    Bjo
    ~ Danii
    clubedofarol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi ainda não conhecia esse autor, vou anotar aqui, pois achei a sinopse interessante. Gosto de variar um pouco, sair da zona de conforto. Foi uma boa dica, bjus e bom domingo.

    ResponderExcluir
  19. A capa é criativa, e o títlo é meio chato, mas para minha felicida...Sua resnha não!!! Amei cada parte. Obrigada pela indicação. Bjs!!

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Nunca li nada do autor e ouvi críticas muito interessantes sobre esse livro. No entanto, não é muito o estilo de livro que costumo ou gosto de ler. É a primeira vez que reparo no número sem páginas desse livro e fico me perguntado se ele é bem desenvolvido.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?! Me surpreendi com a sinopse do livro e sua resenha foi bem interessante também. Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Gosto de histórias que despertam a curiosidade assim! Não conhecia o livro e me parece interessante, mas confesso que no momento não leria.
    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!