[Resenha] Travessia


Livro: Travessia
Autora: Letícia Wierzchowski
Páginas: 546
Ano: 2017
Comprar: Físico

Sinopse: O aguardado desfecho da saga "A Casa das Sete Mulheres".Giuseppe e Anita Garibaldi viveram e lutaram em três países diferentes: no sul do Brasil, à época da Revolução Farroupilha, em Montevidéu, no cerco de Rosas, e na unificação da Itália. Apaixonados um pelo outro, Giuseppe e Anita foram verdadeiros amantes da liberdade. Tudo está aqui neste livro: as grandes batalhas históricas e as pequenas batalhas do dia a dia. Todos os fãs de "A Casa das Sete Mulheres", romance que virou série de TV e já foi publicado em vários países, agora têm o prazer de reencontrar a prosa de Leticia Wierzchowski, autora que domina com maestria a narrativa do romance histórico.

Esse livro assim como os outros tem uma história intensa e envolvente, último livro da Saga a Casa das Sete Mulheres, nele conheceremos mais a fundo a história de amor entre Anita e Garibaldi.
Ao lermos os dois primeiros livros, veremos o quanto Garibaldi foi amado por Manuela e sofreremos junto com ela a perda desse amor.
"Porque o amor não amado é a coisa mais terrível que existe."

Mas ao ler a história dele vemos que ele fez a escolha certa, pois Anita o acompanha e sonha os mesmo sonhos que ele.
Garibaldi conhecerá Anita em Laguna e se apaixonará por ela, levando-a junto com ele pelas guerras.

"O sonho é um mundo paralelo, morno, sem espinha vertebral, livre do tempo."

Em Laguna, Anita era casa, mas seu marido com ela fora obrigada a casar tinha ido para guerra. Ela é diferente das mulheres da época e quando vê José (é assim que ela chama o Giuseppe) acredita que é amor e não pensa duas vezes em seguir com ele, deixando tudo e todos para trás.
Anita lutará junto com seu amado, que será querido por todos onde passa, após sair do Rio Grande do Sul, irão seguir para Montevideu com seu primeiro filho.

"A vida era estranha, cruel e maravilhosa."

Lá irão construir sua família e lutará pela liberdade do povo uruguaio. Não viveram de flores, assim como todos os homens Garibaldi também tem suas fraquezas e apesar disso ele ama Anita e seus filhos.
Após alguns anos embarcaram para a Itália, verdadeiro sonho de Garibaldi. 

" - São os loucos e os sonhadores que fazem o mundo girar, Giuseppe."

O livro será narrado ora por Anita, ora pela Deusa Nix. Finalizando assim a história da casa das sete mulheres.
Recomendo a leitura é um livro intenso que me fez chorar.

5 comentários:

  1. Acho q já comentei na resenha dos livros anteriores o qnt gosto dessas histórias. Ainda não tenho os exemplares, mas já estão na lista, li há tanto tempo q mal vejo a hora de me emocionar novamente com esse enredo.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Eu li poucos livros da autora, e gostei muito da narrativa da autora, é bem diferente dos livros que estou acostumada a ler. Mas eu gosto da forma como ela conduz a história, assim como apresenta a trama dos personagens.
    Bjks!
    histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  3. Ola Su lindona menina preciso desse livro, amei a série a Casa das Sete Mulheres comprei até o livro, estou muito curiosa para saber como foi a vida de Anita e Garibaldi. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  4. Oi oi!
    Eu sou curiosa demais porvesses livros, mas ainda não animei de ler, nem de ver a série da Globo sobre.
    Anita me parece uma mulher idealista e forte e gosto de mulheres assim. E Giuseppe! Esse tbm não deixa a desejar.
    O que conheço mesmo é a história da mãe de Anita, Olga. Já viu?
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Não sabia desse livro mas fiquei mega curiosa porque sinceramente nunca torci para tal Manoela, acho ela muito chata e chorona, rs. Ou seja sempre torci pela Anita e ter um livro com esse ponto de vista e muito legal, dica anotada.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!