[Filme] Pantera Negra

Que filme maravilhoso foi esse!
Esse filme foi bom em todos os aspectos, roteiro, fotografia, tirlha sonora, elenco. 
Acho que foi um dos melhores filmes da Marvel.
Ele abordar questões politicas e sociais, além que trazer uma grande representatividade feminina.





Sinopse: A história de T'Challa (Chadwick Boseman), príncipe do reino de Wakanda, que perde o seu pai e viaja para os Estados Unidos, onde tem contato com os Vingadores. Entre as suas habilidades estão a velocidade, inteligência e os sentidos apurados.
Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong'o, Danai Gurira
Duração: 134 min
Diretor: Ryan Coogler 
Gênero: Ação 
Classificação: 14 Anos


Assista o trailer: 



[Filme] O Passageiro

Liam Neeson é um grande ator de drama, fez filmes de sucesso com A Lista de Schindler (1993), porém de alguns anos cá ele se tornou protagonista de thillers de ação. E junto com o diretor  Jaume Collet-Serra, vem fazendo filmes com essa pegada como vemos em Sem escalas (2014). 
Apesar de ser um filme que para muitos seja clichê, ele dá aquela sensação de expectativa com o que vai acontecer e quem sobreviverá na história. 


Sinopse: Durante o seu trajeto usual de volta para casa, um vendedor de seguros (Liam Neeson) é forçado por uma estranha misteriosa (Vera Farmiga) a descobrir a identidade de um dos passageiros do trem em que se encontra antes da última parada. Com a rotina quebrada, o homem se encontra no meio de uma conspiração criminosa.
Elenco: Liam Neeson, Vera Fermiga, Patrick Wilson
Duração: 105 min
Diretor: Jaume Collet-Serra
Gênero: Ação 
Classificação: 14 Anos


Assista ao Trailer:


[Resenha] O Livro dos Títulos


Livro: O Livro dos Títulos
Autor: Pedro Cardoso
Páginas: 194
Ano: 2017
Comprar: Físico



Sinopse: O primeiro romance do ator e dramaturgo Pedro Cardoso Genuíno Jesus Cristóvão do Amanhã nunca gostou de ler, mas sempre gostou dos livros. Frequentador assíduo da livraria do seu Velhinho Livreiro, formou imensa biblioteca. Após conhecer e se apaixonar por Constança, editora-chefe de uma ONG sueca ligada à Unesco, resolve escrever – para conquistar o coração da amada – o seu primeiro e único livro: O livro dos títulos . Ator, dramaturgo e roteirista de televisão, Pedro Cardoso – o eterno Agostinho de A grande família – apresenta-nos, neste seu primeiro romance, uma nova faceta de sua genialidade. Explorando de forma original e surpreendente o seu dom para o humor, revela uma visão que é, ao mesmo tempo, crítica do mundo insano em que vivemos, mas também delicada sobre o que nos torna humanos.Nas palavras do autor: “Este livro foi escrito sob o impacto de uma profunda preocupação com o futuro do Brasil; mas não é só disso que ele trata, porque nunca a vida é monotemática. Há nele também perplexidade diante da linguagem, fascínio pelo amor romântico e respeito para com a loucura; vale-se de uma distopia irônica para confirmar a esperança; e aposta na crença de que o humor é um bálsamo para todos os nossos males.”.
Um romance diferente do que estamos acostumados a ler.

De inicio iremos ser apresentados a um rapaz que é apaixonado por livros, sim! Livros e não leitura, até que ele conhece Constança e se sente determinado a escrever um livro ao se apaixonar por ela.

"Eu acreditava que, sendo um grande leitor, ninguém jamais sentiria pena de mim por eu estar constantemente sozinho. O livro me protegia da piedade dos outros."

Depois conheceremos outro personagem uma mulher que trabalhar na editora Books for EveryOne que recebe um e-mail de um remetente estranho e acaba querendo saber mais sobre a história do livro desse autor, mesmo ele não tendo se identificado.

"...Dormi com uma pessoa é mais íntimo do que ir para a cama com ela... Dormir junto demanda uma grande confiança; sexo nem tanto."

A narrativa irá intercalar entre momentos da vida de Genuíno e da vida de Constança, ambos residentes no Brasil que está passando por uma grande mudança.

"A favela brasileira é uma imoralidade e sua permanência é a prova de que o país nunca pertenceu ao seu povo."

E o autor inseri as mudanças no país de maneira esplendida sem sai da narrativa, além de citar vário e vários títulos de livros no meio do texto.
É uma história que trás momentos inusitados que nos leitores nem imaginávamos o que poderia vir a acontecer com os personagens.
É uma leitura que vale a pena ser feita!

[Unboxing] Clube Casa Geek #Janeiro

Clube de decoração onde eles enviam uma caixa misteriosa com 4 produtos de decoração, conforme o tema que combina com o seu estilo, são quatro estilos Geek (minha assinatura), VintageCriativa e a Temática.

Confiram o que veio na minha caixa de Janeiro:

[Resenha] Dias de Despedida


Livro: Dias de Despedida
Autor: Zeff Zentner
Páginas: 385
Ano: 2017
Comprar: Físico


Sinopse: "Cadê vocês? Me respondam."Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele. Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um “dia de despedida” para compartilharem lembranças do neto. Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?

Dias de despedida é um livro que te emociona do inicio ao fim. Que falada da verdadeira amizade e da falta que esses amigos fazem.
Carver perdeu seus três melhores amigos (Blake, Eli e Mars) num acidente de carro, acidente esse que ele se sente culpado.

"Fico pensando se as ações que tomamos e as palavras que dizemos são como pedrinhas jogadas num lago, causando reverberações que se espalham muito além do centro até finalmente se quebrarem na margem ou desaparecerem."

Blade (é assim que Carver é conhecido), não sabe como lidar com as perdas, passará a ter ataques de pânico, se aproximará de Jesmyn, a namorada do Eli e começará um acompanhamento com o psicologo. 

"Agora, os silêncios dão a sensação de ausências. Ausências dão a sensação de perda. Perda dá a sensação de luto. Luto dá a sensação de culpa. Culpa é uma angústia escarlate."

Até que a avó do Blake, Betsy pede para ele fazer um dia de despedida ao seu neto, ele ficará na dúvida se deve participar disso. A intenção da vovó é poder fazer tudo com o Blade que ela gostaria de ter feito com Blake antes dele morrer, e assim conhecer a parte de seu neto que só seus amigos conheciam.

"Ninguém sabe como as pessoas superam as coisas. Elas apenas superam."

O Juiz Frederick, pai de Mars, irá pedi que verifiquem a cauda do acidente e Blade será investigado. 
O livro intercalará entre o presente e o passado de Blade com a trupe do molho, era assim que eles se denominavam, e veremos o quanto ele amava seus amigos e o quanto ele sofre com a perda deles.

"- Isso não quer dizer que a gente se importe menos com eles. Só que temos que continuar vivendo."

O autor foi te em abordar diversos assuntos dentro da sua narrativa, que só fez enriquecer essa história. É um livro que vai te fazer sorrir e chorar.

[Filme] Cinquenta Tons de Liberdade

Acompanhei cinquenta tons tanto nos livros quanto nos cinemas e confesso que sempre os livros dão de 10 a 0 nos filmes.
E mesmo sabendo disso, ainda fui com bastante expectativa pensando:
"Será que vão finalizar com chave de ouro!"
Mas não foi bem assim e no máximo finalizaram com chave de prata. 
Tanta coisa que poderia está no filme e foi deixado para trás, mas isso também não impede de que você vá ao cinema e assista. 
É um filme bom pra quem gosta do gênero. 



Sinopse:  Adaptação da última parte da trilogia de E. L. James iniciada em Cinquenta Tons de Cinza (2015). Superados os grandes problemas, Anastasia (Dakota Johnson) e Christian (Jamie Dornan) têm amor, intimidade, dinheiro, sexo e um promissor futuro. A vida, no entanto, ainda reserva surpresas para os dois.
Elenco: Jamie Dornan, Dakota Johnson, Tyler Hoechlin
Duração: 105 min
Diretor: James Foley
Gênero: Romance 
Classificação: 16 Anos

Assista ao trailer:

Revista Conexão Literatura Nº 33


Março, mais precisamente dia 08 de Março, comemoramos o Dia Internacional da Mulher: escritora, leitora, guerreira, mãe, companheira... Não poderíamos deixar de destacar esta bela imagem em nossa capa que também remete aos livros de Literatura Fantástica, tema destaque desta edição, com matéria exclusiva da qual você poderá conferir nas páginas da revista.
Anuncio que já está na pauta os destaques das duas próximas edições. E digo mais, serão incríveis.
Entrevistas, contos, resenhas, dicas de livros e muito mais lhe aguardam nas linhas das páginas desta edição.
Editor ou autor, não fique de fora: para participar ou anunciar em nossa próxima edição de nº 34 (abril, 2018), acesse a página em nosso site: http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/p/midia-kit.html Tenham uma ótima leitura e até a próxima edição!

A conexão de Março está imperdível! 
De cara iremos nos deparar com um artigo sobre Fantasia, um pouco sobre a autora Carolina Maria de Jesus, entrevistas com alguns autores nacionais, resenhas de mais um filme original Netflix e diversos contos. 
Fiquem a vontade e baixem a edição de vocês, ela é uma revista gratuita!
Ah! Quem tiver o interesse em anunciar, ser entrevistado, fazer parceria ou publicar na revista entrem em contato (Aqui)


E para baixar essa edição é só clicar (AQUI)