[Resenha] Surpreendente


Livro: Surpreendente
Autor: Maurício Gomyde
Páginas: 265
Ano: 2015
Comprar: Físico

Sinopse: Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente.
O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro.
O problema: não ter a menor ideia de como fazer isso.
Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora na periferia, Pedro planeja seu próximo filme - a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem, feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

O título do livro já diz o que você achará desta história ao terminar de lê-la. Surpreendente conta a história do Pedro, um rapaz apaixonado pelo cinema, um dos seus sonhos é fazer com que as pessoas da comunidade que ele trabalha mudem de vida e ele acredita que indicando clássicos ele vai consegui.

"...muita gente vê tudo, mas não enxerga nada."

Além disso, Pedro tinha um cineclube que ficava no subsolo do cultural, um bar bem frequentado, porém, o cineclube tinha poucos frequentadores. Mas Pedro é um cara bem positivo e acredito que um dia irá conseguir lotar sua sessão, para ele o cinema é sinônimo de felicidade.
Pedro possui uma degeneração ocular, mas ele se denomina a aberração positiva da natureza, pois sua degeneração estacionou.

"O bom da vida está justamente nas buscas que a gente empreende ao longo da vida. Afinal de contas, a própria vida é uma busca."

Ele é o cara mais positivo que existe e junto com o Fit, ele quer ganhar o prêmio Cacau de Ouro do cinema e juntos começam a ter algumas ideias.
Além de Fit, Pedro tem a Mayla que é gerente do bar onde ele faz as sessões do cineclube e são grandes amigos. E a Cristal, uma jovem pela qual ele irá se apaixonar. E juntos os quatro partirão numa viagem, mas ele esconde algo muito importante dos seus grandes amigos. ]

"Seria egoísmo do ser humano querer que sua visão fosse melhor que a dos outros. Ela é simplesmente diferente."

É uma linda história de amizade, fé, superação e chance, chances que a vida dá de seguirmos em frente. E nos faz refletir, quantas pessoas podemos de fato chamar de amigos? Como agir diante das dificuldades, problemas e aprendizados?
É uma bela obra que te fará chorar, trás em meio a história indicações de filmes e tem uma playlist maravilhosa.

[Filme] Bird Box

Quando terminei de ler o livro (resenha) decidir assistir o filme. O livro me prendeu no inicio ao fim, fiquei bem apreensiva com a história e fiquei super empolgada para assistir o filme, que por sinal foi uma bela decepção. 
O filme modificou muitos detalhes do livro que confesso, séria muito mais interessante se tivessem mantido. Mas a premissa da história é a mesma, Malorie tentando fugir das criaturas para um lugar seguro com duas crianças e vai contar a fuga dela. E o passado de como ela foi morar na casa com pessoas que ela não conhecia e essa parte foi o que me incomodou bastante por ser bem diferente do livro.



Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, Malorie (Sandra Bullock) e seus filhos precisam chegar em um refúgio para escapar do Problema, criaturas que ao serem vistas fazem pessoas se tornarem extremamente violentas. De olhos vendados para nao serem afedaos, a família segue o curso de um rio para chegar à segurança.
Direção: Susanne Bier
Elenco: Sandra Bullock, Trevante Rhodes, Sarah Paulson
Gêneros: Terror, Suspense
Distribuidora: Netflix
Classificação: 16 anos


Assista ao Trailer:


[Resenha] Caixa de Pássaros



Livro: Caixa de Pássaros
Autor: Josh Malerman
Páginas: 268
Ano: 2015
Comprar: Físico

Sinopse: Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Uma história de suspense do início ao fim. Caixa de pássaros é uma história que não sabemos o que esperar enquanto lemos. As pessoas começaram a ver e ouvir  coisas e depois se matavam e isso se espalhou rapidamente.
Malorie, vendo-se só e grávida irá morar numa casa co cinco desconhecidos que buscam maneiras de sobreviver.

"Os três vivem assim. Ficam bastante tempo sem sair. E, quando saem, estão vendados."

O livro intercala entre o presente de Malorie, em que ela busca fugir com as duas crianças pelo rio para um local seguro. E o passado, como Malorie foi parar na casa com Tom, Don, Jules, Feliz e Cheryl, como se deu o surto e as mortes.

"São monstros, pensa Malorie. Mas ela sabe que são mais do que isso. São o infinito."

É um livro desesperador, ter que viver nua casa com poucos recursos para sobreviver, sem poder abrir os olhos ao sair e ainda ter que cuidar de duas crianças e ensiná-las que não podem abrir os olhos.
Em meio a leitura eu me perguntava como eram essas criaturas? Por que algumas pessoas não surtavam?
Se a intenção do autor era chocar o leitor, deixá-lo apreensivo e cheios de questionamentos, ele conseguiu.

Vamos Falar de Mystery Box - Turista Literário

Assista ao vídeo e não esqueça de deixar seu like!



PROPOSTA

Você pode escolher entre ser um assinante ou adquirir uma mala avulsa.
Assinantes têm desconto no valor da mensalidade e sua inscrição é renovada automaticamente. Com isso, sua vaga para as próximas viagens já está garantida!
Quem optar por adquirir uma mala avulsa deve realizar um novo pedido todo mês. 
Entre os dias 15 e 25 de cada mês, as malas dos nossos turistas são preparadas e todas são enviadas até o dia 25 de cada mês (ou próximo dia útil).

Assinatura R$ 71,90 + R$ 15,00 (Frete Fixo)
Avulsa R$ 79,90 + R$ 15,00 (Frete Fixo)

[Filme] Wi-Fi Ralph - Quebrando a Internet

Quem não assistiu ao primeiro filme não tem problema em assistir o segundo pois ele conta rapidamente sobre a amizade entre Ralph e Vanellope. Além de trazer questões como ser influenciador digital é acessível a qualquer pessoa e uma mensagem sobre amizade. Wi-fi Ralph trás grandes aventuras e comédia. 
Desta vez, Ralph, o vilão dos videogames e sua melhor amiga, Vanellope von Schweetz, deixam o fliperama Litwak e partem numa aventura na internet em busca de uma peça sobressalente para salvar o videogame de Vanellope, Corrida Doce, que corre o risco de ser desligado para sempre. Juntos, eles terão que se aventurar nesse desconhecido mundo para comprar a peça e voltarem para o fliperama em segurança.
É uma animação para todas as idades. 




Sinopse: Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, iniciam mais uma arriscada aventura. Após a gloriosa vitória no Fliperama Litwak, a dupla viaja para o universo expansivo e desconhecido da internet. Dessa vez, a missão é achar uma peça reserva para salvar o videogame Corrida Doce, de Vanellope. Para isso, eles contam com a ajuda dos "cidadãos da Internet" e de Yess, a alma por trás do "Buzzztube", um famoso website que dita tendências. Classificação LIVRE, contém violência fantasiosa.
Duração: 113 min
Diretor: Phil Johnston, Rich Moore
Distribuidora: Walt Disney
Gênero: Animação 
Classificação: Livre

Assista ao trailer: 


Alguém assistiu?
O que achou?

[Resenha] As Mil Partes do Meu Coração


Livro: As Mil Partes do Meu Coração
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 336
Ano: 2018
Comprar: Físico

Sinopse: Autora best-seller do New York Times aborda relacionamentos e transtornos mentais em uma narrativa que discute os limites do que é normal.Para Merit Voss, a cerca branca ao redor da sua casa é a única coisa normal quando o assunto é sua família, peculiar e cheia de segredos. Eles moram em uma antiga igreja, batizada de Dólar Voss. A mãe, curada de um câncer, mora no porão, e o pai e o restante da família, no andar de cima. Isso inclui sua nova esposa, a ex-enfermeira da ex-mulher, o pequeno Moby, fruto desse relacionamento, o irmão mais velho, Utah, e a gêmea idêntica de Merit, Honor. E, como se a casa não tivesse cheia o bastante, ainda chegam o excêntrico Luck e o misterioso Sagan. Mas Merit sente que é o oposto de todos ali.Além de colecionar troféus que não ganhou, Merit também coleciona segredos que sua família insiste em manter. E começa a acreditar que não seria uma grande perda se um dia ela desaparecesse. Mas, antes disso, a garota decide que é hora de revelar todas as verdades e obrigá-los a enfim encarar o que aconteceu. Mas seu plano não sai como o esperado e ela deve decidir se pode dar uma segunda chance não apenas à sua família, mas também a si mesma. As mil partes do meu coração mostra que nunca é tarde para perdoar e que não existe família perfeita, por mais branca que seja a cerca.

Nesse livro iremos conhecer Merit Voss e sua família que foge dos padrões. Eles moram numa igreja, sim! O pai dela adquiriu uma igreja simplesmente por não gostar do cachorro e a transformou por dentro numa casa.
Merit tem uma irmã gêmea, Honor, um irmão mais velho, Utah e um irmão mais novo, Moby, fruto do relacionamento do seu pai com sua madrasta que era enfermeira de sua mãe, e sua mãe que também mora com eles, porém, no porão da "casa-igreja".

" - Nem todo erro merece uma consequência. Às vezes a única coisa que ele merece é o perdão."

Uma família onde cada um vive da maneira que quer, mas Merit está cansada de tudo e de todos, vive implicando com sua família e não se importa muito com as coisas até ela conhecer Sagan, ao comprar mais um troféu para sua coleção, e Merit começará a ver algumas coisas de outra maneira.
A Coolleen conseguiu me prender nesse livro, me identifiquei em alguns momentos com a Merit e li o livro em menos de 24h, para ser mais exata foram 10h de leitura. A escrita dela me deixou bem curiosa com o que iria acontecer a família Voss.

"... a depressão não significa necessariamente que a pessoa está infeliz ou é suicida o tempo todo. Ser indiferente também é um sinal de depressão."

Ela trata de diversos temas no livro, como depressão, transtornos mentais, relacionamento amoroso e familiar, suicídio, incesto e outros temas polêmicos e fortes. Apesar de ser em torno de 300 páginas o que é pouco para tratar de todos esses temas, a autora consegue ao menos falar um pouco de cada um e ainda trazer elementos bem estranhos e incoerentes, o que deu uma leveza a história que tem tudo para ser tensa do início ao fim.
É o primeiro livro da autora que eu leio e gostei bastante, apesar de achar o início bem estranho, mas é um livro que eu recomendo.

[Série] Marvel's Inhumans

Recentemente eu terminei de assistir a série Marvel's Inhumans e foi apenas mais de tantas que começou e finalizou na primeira temporada.
É uma série até que bacana, mas deixa um pouco a desejar, pois se trata da nossa querida Marvel.
Mas vale a pena assistir.


Do que se trata?

Após ser traída e perseguida em função de um golpe militar em Attilan, a Família Real consegue escapar para o Havaí, onde a interação com a humanidade pode não representar apenas sua salvação, como também a salvação da Terra.

A série tem apenas 1 temporada com 8 episódios e como disse já foi cancelada.

Vamos conhecer alguns personagens:


Anson Mount como Rei Raio Negro - Filho de dois dos maiores geneticistas do Grande Refugio de Attilan, morada dos inumanos: Agon, chefe do Conselho de Genética, e Rynda, diretora do Centro de Cuidados Pré-natais.


Serinda Swan como Rainha Medusa - Medusa nasceu na ilha de Attilan, tendo como pais Quelin e Ambur, ambos inumanos. Quelin era irmão de Rynda, esposa do rei Agon. Devido a essa ligação familiar, Medusa foi considerada como membro da família real de Attilan.


Iwan Rheon como Maximus - ele também nasceu na família real, filho mais novo dos melhores geneticistas de Attilan, Agon e Rynda.


Ken Leung como Karnak - é um inumano nascido na realeza de sua sociedade. Filho mais novo de Mander, um sacerdote e filósofo, e Azur, uma bióloga marinha. Diferente de outros membros da realeza que passaram pelo processo de mutação terrígena, Karnak nunca foi exposto à nevoa que desperta os poderes dos inumano.


Eme Ikwuakor como Gorgon - possui atributos físicos sobre-humanos e a habilidade de gerar terremotos. Ele também é um ótimo combatente.


Isabelle Cornish como Crystal - Cristalys foi a segunda criança nascida dos nutricionistas inumanos Quelin e Ambur. Seu pai Quelin era o irmão de Rynda, esposa de Agon, Rei do Inumanos, e como tal ela foi considerada parte da Família Real de Attilan. Assim como sua irmã mais velha, Medusa. Cristalys foi submetida às Névoas de Terrigenêse quando era uma criança, e o processo dotou-a com determinados poderes mentais, também chamado de poderes elementais.



Alguém já assistiu? 
O que achou?

Indicados ao Oscar 2019


A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou terça-feira (22) os indicados ao Oscar 2019. 
A 91ª edição do Oscar acontece no dia 24 de fevereiro.

Confira a lista completa de indicados ao Oscar 2019:

Melhor Filme

Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody
A Favorita
Green Book: O Guia
Roma
Vice

Melhor Atriz

Yalitza Aparicio (Roma)
Glenn Close (A Esposa)
Olivia Colman (A Favorita)
Lady Gaga (Nasce Uma Estrela)
Melissa McCarthy (Poderia Me Perdoar?)

Melhor Ator

Christian Bale (Vice)
Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela)
Willem Dafoe (No Portal da Eternidade)
Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Viggo Mortensen (Green Book: O Guia)

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams (Vice)
Marina De Tavira (Roma)
Regina King (Se a Rua Beale Falasse)
Emma Stone (A Favorita)
Rachel Weisz (A Favorita)

Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali (Green Book: O Guia)
Adam Driver (Infiltrado na Klan)
Sam Elliott (Nasce uma Estrela)
Richard E. Grant (Poderia Me Perdoar?)
Sam Rockwell (Vice)

Melhor Direção

Spike Lee (Infiltrado na Klan)
Pawel Pawlikowski (Guerra Fria)
Yorgos Lanthimos (A Favorita)
Alfonso Cuarón (Roma)
Adam McKay (Vice)

Melhor Roteiro Original

A Favorita
First Reformed
Green Book: O Guia
Roma
Vice

Melhor Roteiro Adaptado

The Ballad of Buster Scruggs
Infiltrado na Klan
Poderia Me Perdoar?
Se a Rua Beale Falasse
Nasce Uma Estrela

Melhor Figurino

The Ballad of Buster Scruggs
Pantera Negra
A Favorita
O Retorno de Mary Poppins
Duas Rainhas

Melhor Cabelo

Border
Duas Rainhas
Vice

Melhor Direção de Arte/Design de Produção

Pantera Negra
A Favorita
O Primeiro Homem
O Retorno de Mary Poppins
Roma

Melhor Trilha Sonora Original

Pantera Negra
Infiltrado na Klan
Se a Rua Beale Falasse
Ilha dos Cachorros
O Retorno de Mary Poppins

Melhor Canção Original

All the Stars – Pantera Negra
I’ll Fight – RBG
The Place Where Lost Things Go – O Retorno de Mary Poppins
Shallow – Nasce Uma Estrela
When A Cowboy Trades His Spurs For Wings – Ballad of Buster Scruggs

Melhor Fotografia

Guerra Fria
A Favorita
Never Look Away
Roma
Nasce Uma Estrela

Melhor Edição

Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody
A Favorita
Green Book: O Guia
Vice

Melhor Edição de Som

Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Um Lugar Silencioso
Roma

Melhor Mixagem de Som

Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Roma
Nasce Uma Estrela

Melhores Efeitos Visuais

Vingadores: Guerra Infinita
Christopher Robin
O Primeiro Homem
Jogador N°1
Han Solo: Uma História Star Wars

Melhor Documentário

Free Solo
Hale County This Morning, This Evening
Minding the Gap
Of Fathers and Sons
RBG

Melhor Animação

Os Incríveis 2
Ilha de Cachorros
Mirai
Wifi Ralph
Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Filme Estrangeiro

Capernaum (Líbano)
Guerra Fria (Polônia)
Never Look Away (Alemanha)
Roma (México)
Shoplifters (Japão)

Melhor Curta Animado

Animal Behavior
Bao
Late Afternoon
One Small Step
Weekends

Melhor Curta em Documentário

Black Sheep
End Game
Lifeboat
A Night at the Garden
Period. End of Sentence.

Melhor Curta em Live-Action

Detainment
Fauve
Marguerite
Mother
Skin

[Resenha] Pequenos incêndios por toda parte


Livro: Pequenos Incêndios Por Toda Parte
Autora: Celeste Ng
Páginas:414
Ano: 2018
Comprar: Físico

Sinopse: Um encontro entre duas famílias completamente diferentes vai afetar a vida de todos.Em Shaker Heights tudo é planejado: da localização das escolas à cor usada na pintura das casas. E ninguém se identifica mais com esse espírito organizado do que Elena Richardson.Mia Warren, uma artista solteira e enigmática, chega nessa bolha idílica com a filha adolescente e aluga uma casa que pertence aos Richardson. Em pouco tempo, as duas se tornam mais do que meras inquilinas: todos os quatro filhos da família Richardson se encantam com as novas moradoras de Shaker. Porém, Mia carrega um passado misterioso e um desprezo pelo status quo que ameaça desestruturar uma comunidade tão cuidadosamente ordenada.Eleito nos Estados Unidos um dos melhores livros de 2017 por veículos como Entertainment Weekly, The Guardian e The Washington Post, Pequenos Incêndios Por Toda Parte explora o peso dos segredos, a natureza da arte e o perigo de acreditar que simplesmente seguir as regras vai evitar todos os desastres.

Pequenos incêndios por toda parte se passa em Shaker Heights, uma cidade planejada onde tudo funciona perfeitamente bem, onda as famílias são centradas, onde tudo é muito bem organizado.

" - Mudanças não acontecem sozinhas..."

Até que Izzy tocará fogo na casa dos seus pais e vai embora. E é a partir desse ponto que voltamos na história para entender o que de fato aconteceu e assim conheceremos a história da família de Izzy, a família Richardson, que tiveram suas vidas modificadas depois que Mia Wareen, uma fotógrafa e sua filha de 15 anos, Pearl se mudaram para essa pequena cidade.
Esse livro é um drama familiar e mostra a relação mãe e filha como tema principal, além de trazer temas como aborto, adoção, gravidez, etc.

"... tudo tinha que ser lindo e perfeito por fora, independente do caos que fosse por dentro."

A escrita da autora deixa um suspense e algumas perguntas no ar, que serão esclarecidas no decorrer da leitura, mas confesso que foi um livro que não me prendeu, talvez como disse minha tia, por eu viver meus próprios dramas familiares.

"As regras existiam por um motivo: se você as seguisse, teria sucesso; se não as seguisse, talvez acabasse ateando fogo ao mundo."

E ao contrário do que o título faz você pensar, pequenos incêndios por toda parte vem mostrar que problemas e segredos todos nós temos, mas o que importa é como resolvê-los e até que ponto guardá-los.

[Unboxing] Intrínsecos #04 (Janeiro)

A Intrínsecos é a caixinha surpresa da Editora Intrínseca, onde o assinante todo mês recebe uma caixa com um livro inédito, em edição capa dura, acompanhado por brindes exclusivos.


Veja o que veio na nossa caixinha e não esqueça de deixar o seu LIKE:


[Resenha] Star Wars: O Arquivo Rebelde


Livro: Star Wars: O Arquivo Rebelde
Autor: Daniel Wallace
Páginas: 176
Ano: 2018
Comprar: Físico

Sinopse: A inteligência reunida da Aliança Rotulados de rebeldes e traidores, os integrantes da Aliança trabalharam nas sombras, reunindo informações e apoio por toda a galáxia para pôr fim à tirania do Império. Escondidas em um compartimento de segurança, seus dados mais vitais e confidenciais foram compilados pelos secretários próximos a Mon Mothma e mantidos fora de alcance até agora. Esses arquivos, descobertos nas ruínas de uma antiga base rebelde, passaram por membros cruciais da Resistência, que fizeram anotações e atualizações, relatando suas próprias descobertas nos documentos. Um repositório de toda a inteligência da Aliança, O arquivo rebelde reúne documentos secretos, transmissões interceptadas e mensagens trocadas, de modo a recapitular a formação da Aliança Rebelde e revelar seus mistérios.
É fã de Star Wars? Ou não sabe por onde começar a gostar dessa saga? Pois saiba que esse livro é uma boa pedida para as duas perguntas. O livro trás alguns arquivos de Rebeldes, que são forças do bem que reagiam contra as ordens do local.


Nessa edição vamos encontrar conversas, imagens, dados e depoimentos das tentativas de derrubada do império, dentre esses depoimentos encontramos também o da princesa Leia, que durante uma de suas missões, foi capturada pelo Império e presa em sua estação espacial, a Estrela da Morte, personagem essa que muitos admiram. 


Essa edição é dividida da seguinte maneira: nos primeiros capítulos seremos apresentados a organização da rebelião, quem acompanha a saga identificará vários personagens durante a leitura, mas quem não acompanha é uma bela introdução. Depois o reagrupamento e o contra-ataque, a leitura trás táticas de combate, planos dos rebeldes, tudo com detalhes que nos insere de maneira fantástica na leitura. Como disse se você é fã irá amar esse livro, pois é uma bela edição recheada de detalhes e se você que quer começar a conhecer é um bom livro para se iniciar.

[Filme] Máquinas Mortais

Um filme que tinha tudo para ser maravilhoso e acabou me decepcionando. Infelizmente é de forma direta que deixo minha opinião. Máquinas mortais é baseado no livro de Philip Reeve e sendo o primeiro das Crônicas das Cidades Famintas que hoje possui apenas três livros publicados.

A história se passa após a guerra dos sessenta minutos, onde as cidades passam a se mover sobre rodas gigantes e lutam umas contra outras para consegui seus recursos naturais e é quando a maior cidade tração (Londres) devora a cidade onde Hester Shaw vive que a história se desenrola, ou pelo menos tenta se desenrolar. Pois quando pensamos que a história vai, ela volta.

Após entrar em Londres, Hester acabará tendo seu plano atrapalhado por Tom e ele ao descobrir que Thaddeus Valentina matou a mãe de Hester, será empurrado para fora da cidade. E quando isso acontece surge um romance entre eles, algo bem forçado e fraco. Os dois vilões, são vilões porque são, não tem um motivo real ou menos clichê.

Essa é a palavra que define bem o filme, clichê, onde encontramos até uma cena parecida com a de Star Wars, os efeitos são bons, mas em alguns momentos deixa a desejar e me senti assistindo o filme de produção antiga. 

Falha na produção, falha na atuação, mas com uma bela fotografia. É o que encontramos em Máquinas Mortais, se haverá continuação não posso afirmar, mas creio que não.


Sinopse: Anos depois da "Guerra dos Sessenta Minutos" a Terra está destruída e para sobreviver as cidades se movem em rodas gigantes, conhecidas como Cidades Tração, e lutam com outras para conseguir mais recursos naturais. Quando Londres se envolve em um ataque, Tom (Robert Sheehan) é lançado para fora da cidade junto com uma fora-da-lei e os dois juntos precisam lutar para sobreviver e ainda enfrentar uma ameaça que coloca a vida no planeta em risco.
Elenco: Hugo Weaving, Hera Hilmar, Robert Sheehan
Duração: 2h 08min
Diretor: Christian Rivers
Distribuidora: Universal
Gênero: Aventura
Classificação: Em breve

Assista ao Trailer



[Resenha] A Bruxa não vai para a fogueira nesse livro


Livro: A Bruxa não vai para a fogueira nesse livro
Autora: Amanda Lovelace
Páginas: 208
Ano: 2018
Comprar: Físico

Sinopse: Aqueles que consideram “bruxa” um xingamento não poderiam estar mais enganados: bruxas são mulheres capazes de incendiar o mundo ao seu redor. Resgatando essa imagem ancestral da figura feminina naturalmente poderosa, independente e, agora, indestrutível, Amanda Lovelace aprofunda a combinação de contundência e lirismo que arrebatou leitores e marcou sua obra de estreia, "A princesa salva a si mesma neste livro", cujos poemas se dedicavam principalmente a temas como relacionamentos abusivos, crescimento pessoal e autoestima. Agora, em "A bruxa não vai para a fogueira neste livro", ela conclama a união das mulheres contra as mais variadas formas de violência e opressão. Ao lado de Rupi Kaur, de "Outros jeitos de usar a boca" e "O que o sol faz com as flores", Amanda é hoje um dos grandes nomes da nova poesia que surgiu nas redes sociais e, com linguagem direta e temática contemporânea, ganhou as ruas. Seu "A bruxa não vai para a fogueira neste livro" é mais do que uma obra escrita por uma mulher, sobre mulheres e para mulheres: trata-se de uma mensagem de ser humano para ser humano – um tijolo na construção de um mundo mais justo e igualitário.
Feminismo termo que está em moda ultimamente, mas alguns não sabem seu significado, ser feminista é lutar pelo direito da mulher na sociedade. Deixemos bem claro que ser feminista não é odiar o homem. E esse é um dos principais temas dessa obra.

"Posso não sobreviver aos fósforos, mas meu fogo de vadia vai sobreviver a todos eles."

Uma leitura com uma dose de revolta, onde as mulheres cansaram de ficar caladas e chegou a hora de falar, de lutar pelo seu direito em todos os sentidos, de não sentir-se oprimida, e de se amar e apoiar umas as outras. Esses são os sentimos que a autora nos trás em formato de poesia/poemas nessa edição, dividido em quatro partes: O Julgamento, A Queima, A Tempestade de Fogo e As Cinzas.

"- o abuso não deve ser romantizado."

Iremos nos identificar em alguns momentos na escrita da Amanda Lovelace, que vem de forma intensa acordar algumas mulheres para a vida, que estão deixando ela passar despercebida, sua intenção é que a gente levante a cabeça e corra atrás do que é nosso por direito.

"- uma bruxa sabe que os espelhos às vezes mentem."

Essa obra além do feminismo trás também temas como relacionamentos abusivos, a influência do pai onde a menina é submissa e frágil, e algumas vezes o ódio pelo seu corpo, pois vivemos numa sociedade que impõe padrões do que é belo.

"- não sou sua boneca de papel, nem sua boneca inflável."

É uma obra que toda mulher deveria ler, nessa edição a diagramação está bem interativa, é um livro que lemos em poucas horas, mas que faz com que a gente reflita por longos dias.

[Unboxing] Papel na Caixa - Llama Party #Dezembro

Sobre a box:

É clube de assinatura de itens de papelaria. E você pode escolher entre os planos "VOU COM CALMA!" e receber por apenas um mês ou "RESISTIR PRA QUÊ?", garantindo sua entrega todos os meses.

Ao assinar, você receberá em sua casa uma caixa com 6 a 12 itens escolhidos especialmente para você. São canetas, lápis, borrachas, post-its, bloco de notas, clips, marcadores, mimos entre outros.



Tema do mês de Dezembro


Confere o vídeo: