[Resenha] Interferência


Livro: Interferência
Autora: Márcia Silva
Páginas: 269
Ano: 2018
Comprar: Físico | E-book


Nesse livro conheceremos a história da Dora, uma jovem terrestre que está morando no planeta Krios com sua mãe Helen, que é uma cientista e desenvolveu o UNIL, uma espécie de comunicador para que os povos possam se comunicar independente da língua falada. 
Dora irá conhecer Marvil, um nativo do planeta, que irá apresentar a ela os locais e sua cultura, Dora irá se ver encantada com o planeta e com Marvil, eles se tornaram muito mais que amigos.

"- Realmente devia ser difícil manter a paz, com tantas diferenças."

Porém, algumas coisas começam a mudar no departamento de Helen e ela sente que corre perigo juntamente com sua filha. Até que ela desaparecerá. 
Dora, Marvil e algumas outras pessoas irão em busca da cientista e eles passarão por muita coisa juntos.
A escrita da autora é bem envolvente, vários momentos me sentir inserida na história, é um livro que lembra um pouco de Star Wars e isso já me agrada bastante. Sem falar que Marvil é um fofo e dá até vontade de entrar no livro e ficar com ele pra mim. 

"A incerteza é talvez a maior das dores."

Porém, quanto mais eu lia mais vontade tinha de seguir com a história e agora estou aqui ansiosa pela continuação, ansiosa para saber o que irá acontecer com os personagens.
Mesmo sendo uma fantasia, ele trata de questões éticas, morais e política. Como disse é uma leitura bastante envolvente.


Sinopse: Em um futuro distante, a Terra muda radicalmente após um longo período de guerras. A unificação proporciona o desenvolvimento de tecnologia suficiente para descobrir vida em outros planetas e viajar até eles, mas o convívio pacífico ente humanos e extraterrestres depende da Comunicação. Qualquer interferência é perigosa. Uma série de eventos pode ameaçar a paz. Sua manutenção agora depende de uma jovem terráquea que mora em um pequeno planeta. Ela será capaz de desvendar todas as pistas para solucionar os problemas? Poderá confiar em alguém para ajudá-la? Conseguirá aliados entre os terráqueos ou sua vida e seu futuro dependerão de um extraterrestre? Não há tempo para pensar nas respostas. É preciso correr atrás delas.

[Filme] A Cinco Passos de Você

A cinco passos de você é um história linda de dois jovens que tem fibrose cística (uma anomalia genética que afeta principalmente os pulmões) e acabam se conhecendo dentro do hospital, a Stella Grant tem 16 anos e vive a boa parte da sua vida dentro do hospital fazendo tratamentos e conhecerá o Will Newman que também sofre com a mesma doença , ele se tornaram amigos, mas essa amizade virá algo mais, porém eles não podem ficar próximos um do outro por conta da saúde, mas mesmo assim eles darão um jeito de se aproximar.
É um romance clichê, existe um casal, um dos dois ficam ou está doente, nesse caso é os dois, mas a luta diária na tentativa de ficarem juntos é mesma.
Como disse é uma linda história de amor, amizade, superação e lágrimas. Pois é! Chorei!
Não li o livro, mas soube que tem trechos que são diferentes, o que é normal quando se trata de um adaptação.
Acredito que o filme consegue o efeito desejado em quem assisti-lo. 


Sinopse: Dois jovens se apaixonam inesperadamente enquanto realizam tratamentos para suas doenças graves. Com pouco tempo de vida sobrando, o casal vive cada momento do relacionamento como se fosse o último, transformando situações banais em algo especial e único.
Elenco: Cole Sprouse, Haley Lu Richardson, Claire Forlani
Duração: 117 min
Diretor: Justin Baldoni
Distribuidora: Paris Filmes
Gênero: Romance
Classificação: 12 Anos (contém conteúdo sexual e temas sensíveis.)

Assista ao Trailer:


[Resenha] A Vida é um Eterno Renascer


Livro: A Vida é um Eterno Renascer
Autor: Bruno Vicentin
Páginas: 204
Ano: 2018
Comprar: Físico


Opinião: Conheceremos a história de Daniel, um jovem que perdeu os pais quando ainda criança e mora na casa da avó com a irmã, eles tem um bom relacionamento e vivem bem.
Daniel tem uma namorada Katherine, uma jovem que passou por uma doença na infância e se curou, completamente patricinha e fútil, sua família também vive financeiramente bem.
Confesso que achei a Katherine super chara no início, mas suas atitudes serão explicadas.

"Siga seu coração, afinal, a vida é movida as nossas emoções e é isso o que realmente importa!"

Um dia, Daniel irá cruzar com a Chloe e se encantará por ela (que é o oposto da Katherine) e serão grandes amigos, mas o destino pode trazer reviravoltas.
É um livro recheado de diálogos, com um certo suspense no ar. Ficamos perguntando que atitude os personagens irão tomar, mesmo que seja previsível dá aquela sensação de friozinho na barriga.

"Viva seus sonhos, viva ao máximo a sua vida".

A vida é um eterno renascer é um romance clichê, muito fluido e gostoso de se ler, li em poucas horas e fiquei com a sensação de plenitude ao terminá-lo.

Sinopse: A vida é um eterno renascer é um livro sobre segundas chances. Tomando como base um fato real, o autor apresenta a história do casal de namorados Daniel e Katherine, ambos com experiências de vida distintas, porém marcadas por superações. Os dois estudam na mesma escola em uma cidade do interior dos Estados Uni-dos. Até que uma nova aluna surge para sacudir a tranquilidade do casal, encantando Daniel e enciumando Katherine. Quem será a misteriosa Chloe Wood? O que ela esconde? Como a chegada dela afetará a vida dos moradores de Underwood?

[Série] RuPaul Drage Race


"If you don't love yourself, how in the hell you gonna love somebody else?“
(RuPaul)

RuPaul's Drag Race está na sua 11 temporada e é um talent show idealizado e apresentado pela drag queen RuPaul, o programa procura o carisma, singularidade, coragem e talento de uma drag queen, para suceder ao título de "America's Next Drag Superstar".
Durante os episódios, que ocorrem semanalmente, as competidoras participam de gincanas e provas onde são testadas suas habilidades em canto, dança, costura, talento, humor e personalidade.
O programa tem dois spin-offs: RuPaul's Drag U, que está na 10 temporada, e o RuPaul's Drag Race: All Stars, que está na 4 temporada, no qual competidoras de temporadas passadas retornam para competir novamente, na luta para entrar no "Drag Race Hall of Fame". 
Gosto de assistir não só porque é um programa de entretenimento, gosto de assistir porque eu vejo as histórias de superação que cada uma dessas pessoas enfrentaram para chegar aonde chegaram e é uma classe que eu admiro, admiro a autoestima, admiro a sinceridade e admiro a força de vontade de cada uma delas e admiro a forma como elas se aceitam como são. E também por o programa é uma porta de entrada para novos artistas, alguns deles após o programa participaram de filmes e até mesmo outros reality show.

Temporada / Vencedora

RuPaul's Drag Race 1 / Bebe Zahara Benet
RuPaul's Drag Race 2 / Tyra Sanchez
RuPaul's Drag Race 3 / Raja
RuPaul's Drag Race 4 / Sharon Needles
RuPaul's Drag Race 5 / Jinkx Monsoon
RuPaul's Drag Race 6 / Bianca Del Rio
RuPaul's Drag Race 7 / Violet Chachki
RuPaul's Drag Race 8 / Bob The Drag Queen
RuPaul's Drag Race 9 / Sasha Velour
RuPaul's Drag Race 10 / Aquaria

Alguém já assistiu?
O que achou?

[Resenha] O Construtor de Pontes


Livro: O Construtor de Pontes
Autora: Markus Zusak
Páginas: 527
Ano: 2018
Comprar: Físico



Opinião: O construtor de pontes é dividido em 9 partes, de início somos levados ao que seria o fim da história, onde Matthew resolve ir em busca de uma velha máquina de escrever de seu pai e começará a escrever sobre um dos seus irmãos, Clay.

"Há quem diga que não nos cabe tomar decisões. Talvez seja verdade. Achamos que estamos no controle, mas não estamos."

Então, retornaremos ao passado de sua mãe Penélope, que foi enviada pelo seu pai para fora do seu país, para que ela pudesse ter uma vida melhor. Retornaremos também ao passado de Michael Dunbar, que ele trata na história como assassino. 
E, quando esses passados se cruzam, surge a família Dumbar, composta por mais 5 garotos - Matthew, Rory, Tommy, Clay e Henry -, conheceremos a personalidade de cada e como eles conseguiram lidar com as perdas impostas pela vida, porém teremos como foco a vida do Clay, nosso construtor de pontes - que construiu tanto pontes reais quanto pontes emocionais -, sua ligação com a família, seu jeito calado e observador.

"No fim, é só mais uma história. Sobre o amor entre garotos e irmãos."

É a primeira vez que tenho contato com o autor, pois ainda não li o seu mais famoso livro "a menina que roubava livros", que todos afirmam ser maravilhoso. Mas pelo que puder perceber, o autor gosta de brincar com a escrita entre o passado e o presente, o interessante é que não é uma ogada entre capítuos, quando você menos espera o momento é outro.
A leitura desse livro é intensa, se você lê-lo analisando as entrelinhas encontrar uma bela história de superação e escolhas.
Recheado de diálogos, é um livro que não se deve desistir da leitura, mesmo que no início pareça confuso e entediante. Continue sua leitura pois, mais à frente ele te fará refletir sobre a família, sobre dramas familiares. Como disse anteriormente, é uma bela história.


Sinopse: Cinco irmãos perdem a mãe e são abandonados pelo pai. Crescem juntos, cuidando uns dos outros, numa casa bagunçada no subúrbio de Sydney. Um deles narra a história de O construtor de pontes, novo romance do escritor australiano Markus Zusak.Refugiada da Europa Oriental, Penélope Lesciuszko conhece Michael Dunbar, que, assim como ela, tem suas obsessões artísticas, e juntos eles têm cinco filhos: Matthew, Rory, Henry, Clayton e Thomas - os quais o leitor encontra, logo de cara, mergulhados numa atmosfera de caos e anarquia. "Falávamos palavrões que nem condenados, brigávamos feito cão e gato e travávamos batalhas épicas na sinuca ou pingue-pongue, nos dardos, no futebol, no baralho. Nossa TV estava cumprindo prisão perpétua. Nosso sofá pegou anos", desabafa Matthew.
Cada irmão Dunbar tem uma particularidade: Matthew é o cara durão que toma conta de tudo; Rory é o mais bruto, tido pelos outros como invencível, "um rolo compressor humano"; Henry é fascinado por garimpar objetos em vendas de garagem e por ver filmes em casa; Clay, o protagonista, é o mais enigmático, sempre se preparando fisicamente para uma tarefa que parece não chegar nunca; e o mais novo, Tommy, tem o hábito de levar para casa os mais improváveis animais de estimação.
O romance ganha fôlego logo no início, quando Michael retorna à casa dos filhos, como o Odisseu do poema grego. A essa altura, os filhos o renegam, e só um deles, Clay, se dispõe a ajudar o pai numa tarefa para a qual ele convocara a todos: construir uma ponte para atravessar um rio. Para isso, busca inspiração em Michelangelo e uma de suas obras mais instigantes. O construtor de pontes é uma história de amor entre irmãos, uma história de tempo entre pai e filhos, uma história de busca de identidade e de muita saudade, construída sobre os pilares firmes da imaginação de Markus Zusak.

[Filme] Capitã Marvel

Capitã Marvel é um filme divertido e cheio de ação, acredito que ele cumpriu seu papel ao nos contar a história da Carol Danvers, que foi chamada pelo Nick Fury no final de Guerra Infinita e teremos uma apresentação incrível da nova personagem que ao meu ver foi muito bem apresentada.
Não só ela, mas todos os personagens que surgem na história e que tem ligações em outros filmes, como Nick Fury ainda com os dois olhos e que não conhece nenhuma informação sobre os seres alienígenas. 
Vers, é uma oficial kree honrada e poderosa que está em meio à guerra entre os Krees e os Skrulls, uma raça de alienígenas metamórficos, que acabam caindo no planeta Terra na década de 90. 
Excelente trilha sonora que me remeteu a minha adolescência nos anos 90 de uma forma incrível, além de trazer uma lição de vida ao logo do filme e de tratar do empoderamento feminino.



Sinopse: Aventura sobre Carol Danvers, uma agente da CIA que tem contato com uma raça alienígena e ganha poderes sobre-humanos. Entre os seus poderes estão uma força fora do comum e a habilidade de voar.
Elenco: Brie Larson, Gemma Chan, Ben Mendelsohn.
Duração: 128 min
Diretor: Anna Boden, Ryan Fleck
Distribuidora: Walt Disney
Gênero: Ação

Assista ao Trailer:


[Antologia] Amor que não se mede


Está aberta as inscrições para antologia Amor que não se mede, 
organizada pela autora Suka P. 
Confira o EDITAL e participem!





[Unboxing] Intrínsecos #06 (Março)

A Intrínsecos é a caixinha surpresa da Editora Intrínseca, onde o assinante todo mês recebe uma caixa com um livro inédito, em edição capa dura, acompanhado por brindes exclusivos.


Veja o que veio na nossa caixinha e não esqueça de deixar o seu LIKE: