Ed. Intrínseca

[Resenha] O Que Aconteceu com Annie

6/27/2019


Livro: O Que Aconteceu com Annie
Autora: C. J. Tudor
Páginas: 288
Ano: 2017
Comprar: Físico

Um livro de suspense, recheado de mistérios que envolve o sobrenatural, "O que aconteceu com Annie" irá contar a história de Joseph Thorne, ele voltou para sua cidade natal na tentativa de por um fim no seu passado que tanto o atormenta e também consegui uma grana para pagar uma dívida de jogo.

"Nunca volte. É o que todos sempre dizem. As coisas vão ter mudado. Elas não vão estar mais do jeito que você lembra."

Thorne, irá trabalhar na sua antiga escola como professor de inglês, irá morar num chalé, onde recentemente aconteceu um homicídio e irá encontrar com antigos colegas de escola, que por sinal, não o querem ali.

"A vida pode ser cancelada a qualquer momento, sem aviso, sem reembolso, não importa o quanto tenhamos avançado em nossa jornada."

No passado, ele perdeu sua irmã e parece que o que aconteceu com a pequena Annie, voltou a acontecer. Decidido a ganhar a grana e entender o que de fato ocorreu, ele iniciará suas buscas e pesquisas, alguém parece querer ajudá-lo, mas ele não sabe de quem se trata.

"O tempo é apenas uma borracha."

Um grupo de amigos, uma cidade pequena, um passado e mortes, a história irá permear entre o passado e presente do nosso personagens e ao pouquinhos vamos, entendendo o que aconteceu com Annie.

"É engraçado como os maiores blefes são os que lançamos para nós mesmos."

Confesso que eu esperava muito mais da história, mas é uma livro bacana de ser, a leitura flui e te surpreende em alguns aspectos. A escrita da autora é leve e nos faz refletir sobre um tema muito importante que é o bullying, a negligência de uma escola que só visa índices e notas e não o bem estar dos seus alunos, além de podermos pensar o quanto o passado é capaz de influênciar e impactar nossas vidas.



Sinopse: Uma noite, Annie desapareceu. Desapareceu de sua própria cama. Houve buscas, apelações. Todos pensaram o pior. E então, milagrosamente, depois de quarenta e oito horas, ela voltou. Mas ela não podia ou não iria dizer o que tinha acontecido com ela.Algo aconteceu com minha irmã. Eu não posso explicar o quê. Eu só sei que quando ela voltou, ela não era a mesma. Ela não era minha Annie.Eu não queria admitir, nem para mim mesmo, que às vezes morria de medo da minha própria irmãzinha.

Ed. Arqueiro

[Resenha] O Sol Também é uma Estrela

6/14/2019


Livro: O Sol Também é uma Estrela
Autora: Nicola Yoon
Páginas: 288
Ano: 2017
Comprar: Físico

Iremos conhecer a história da Natasha, ela está para ser deportada de volta para a Jamaica junto com sua família. Porém, ela tentará de tudo para que consiga anular a deportação e fica nos EUA, onde ela mora desde os 8 anos de idade. Natasha é bem realista, não acredita em Deus nem coincidencias, ama a ciência, para ela é a coisa mas exata que existe, não acredita no amor, acredita da razão e para tudo ela tem uma resposta cientifica na ponta da língua.

"... a gente nunca deveria tentar uma possibilidade remota. Melhor estudar as chances e tentar a possibilidade provável. Mas, se a remota é a única, é preciso tentar"

E do Daniel, um sonhador, ama poesia, fará uma entrevista para faculdade de medicina que é algo que sua família deseja que ele faça, mas não é o que ele quer. Não tem um bom relacionamento com seu irmão mais velho, mesmo tendo nascido nos EUA, sua família é coreana e bem tradicional.

"Os seres humanos não são criaturas razoáveis. Em vez de governados pela lógica, somos governados pelas emoções. O mundo seria um lugar mais feliz se o oposto fosse verdade."

No dia em quem Natasha será deportada e Daniel terá sua entrevista para faculdade, eles irão se cruzar, para Daniel é o destino, mas para Natasha essa não é a resposta certa. Devido a insistência do Daniel, eles irão acabar se conhecendo um pouco mais. 

"O coração poético não é confiável em termos de decisões de longo prazos."

A história será intercalada entre os dois personagens principais, além de conter pequenos capítulos sobre os personagens secundários, todos eles têm uma ligação com nossos personagens. O livro é de leitura fluida, os capítulos são curtos, li em poucas horas. Trás temas como amizade, companheirismo, insistência, destino, razão, sonhos, amor. É um livro gostoso de lê e que eu confesso, julgava pela capa. 


Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?