[Resenha] O Peculiar



Livro: O Peculiar 

Autor: Stefan Bachmann

Páginas: 271
Ano: 2014


Sinopse: Parte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?


Nele vocês vão se deparar com uma história de aventura entre humanos, fadas e peculiares, além de alguns outros seres que apenas são citados.


"Não seja notado e não será enforcado"


Achei a história com pouca ação, mas vamos lá. Após a invasão da Inglaterra pelas fadas e outros seres mágicos os ingleses arrumaram uma forma de inibir um pouco a magia desses seres, aumentando os esforços na indústria, surgindo assim a idade da fumaça;

Mesmo alguns seres sendo aceito na atual sociedade, os peculiares tinham que se manter escondidos ou seriam mortos.

E é assim que vivem Bartholomeu e Hettie, dois irmãos peculiares. Barth sempre dá um jeito de escapar e poder ver o que acontece na rua e é assim que ele vê/conhece a dama em veludo ameixa, que some com o peculiar que mora na frente.

Barth fica chocado e ao mesmo tempo curioso, então vai até o local onde o peculiar sumiu e acaba sendo marcado.

Em paralelo o parlamento inglês começa a se interessar pelo sumiço e morte dos peculiares e o Arthur Jelleby que prefere não ser notado, acaba entrando numa enrascada.

A vida de Jelleby e Barth vão se cruzar e ai é onde de fato a aventura do livro começa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!