Devolva minha alma

"Eu parti mas fiquei atado a correntes que não me deixam ir tão longe quanto queria,nem mesmo tão alto. Minhas asas sangram por ter de partir, o sonhos são apenas para serem sonhados.
Meu coração se esvai por meus olhos e não vejo a hora de me libertar de toda essa tolice, de tanta confusão.
Eu preciso ir para algum lugar, esta tão frio aqui, eu corro entre a escuridão e a vontade de seguir sua voz... mas algo me impede de voltar por meus proprios passos.
Eu preciso que você me liberte ou então por favor venha ate mim e me deixe voar. Porque todas as lembranças são suas, porque o gosto de sangue na minha boca e o mesmo dos teus labios vermelhos que tantas vezes se saciou em meu corpo.
Eu preciso morrer, eu preciso morrer pra encontrar minha alma.
Porque não tenho a lua,e o calor do sol abandonei quando resolvi seguir você em sua prisão de lamentação e solidão...
Eu quiz conquistar o mundo mas terminei dominado por você meu algoz.
Devolva minha alma, deixe me partir, deixe encontrar me com meus desejos de luxuria e prazer... deixe me ser livre;
Porque eu não posso morrer."

Anderson Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!